Bruno Grossi
26/05/2016
00:07
São Paulo (SP) 

O São Paulo empatou por 1 a 1 com o Coritiba, no Couto Pereira, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro . Autor do gol de igualdade, o atacante Rogério mostrou novamente sua estrela. Por outro lado, o goleiro Wilson, do Coxa, foi o algoz tricolor. Ele fez uma incrível defesa em chute desviado de Kelvin. Os dois foram os melhores em campo. Confira as notas: 

CORITIBA

7,0
Wilson

Nome do Coxa na partida, impediu a derrota do Coxa. Fez milagre em chute desviado de Kelvin.

5,5
Ceará

Jogo burocrático, mas seguro.

5,0
Rafael Marques

Começo bem confuso. Depois mostrou mais atenção.

6,5
Juninho

Zagueiro de muito potencial. Firme e habilidoso.

5,0
Carlinhos

Levou baile de Auro e Kelvin na defesa e não atacou.

4,5
João Paulo

Perdido na marcação de Lucas Fernandes. Peça nula.

6,5
Alan Santos

Atuação firme na defesa e decisiva no setor ofensivo.

6,5
Juan

Todas jogadas passam pelo veterano, inclusive o lance do gol.

5,0
González

Parecia que criaria algo acima da média, mas errou demais.

5,5
Vinícius

Boa peça de desafogo do lado esquerdo. Faltou efetividade.

6,0
Kléber

Incomodou demais os defensores do São Paulo. Experiente.

5,5
Negueba

Entrou com bastante movimentação e criou algum perigo.

4,5
Leandro

Nada fez na partida.

5,0
Thiago Lopes

A substituição tardia não deu tempo para o garoto mostrar muito  serviço à torcida do Coxa no Couto.

6,0
Pachequinho

Bom papel do substituto do suspenso Gilson Kleina. Time ofensivo e com boas alternativas.

Coritiba x São Paulo
Rogério corre para comemorar  (Foto: Guilherme Artigas/Lancepress!)

SÃO PAULO

6,5
Denis

Atuação segura, sem nenhum susto. Desnecessária a  bronca explícita em Lucão após trapalhada do beque.

6,5
Auro

A marcação, sua principal fragilidade, foi administrada com eficiência. Ainda ajudou Kelvin a atacar com velocidade.

5,0
Lucão

Impressionante como se abala com os erros, desde domínios simples que não causaram nada até falhas mais graves.

6,5
Maicon

Capitão pela primeira vez, ainda mais importante para o time. Pelo alto, ganha a maioria. Boa saída de bola.

5,0
Matheus Reis

Voluntarioso para atacar, apesar das limitações. Na defesa, ainda se complica muito. Salvo por Maicon na cobertura.

6,0
Thiago Mendes

Manteve a boa fase, com dinâmica e firmeza na marcação.  Não fosse Wesley, poderia ter se arriscado mais à frente,.

5,0
Wesley

Novamente deixou de lado a pegada da Libertadores para dar lugar a uma atuação displicente. Pode muito mais.

6,5
Lucas Fernandes

Cérebro do time e cada vez mais à vontade em campo.  Faltou mais capricho para finalizar e decidir o jogo.

6,5
Kelvin

Segue como ótima alternativa pela direita. Quando mostra  objetividade, as jogadas fluem e os rivais sofrem muito.

5,5
Centurión

Chega a ser engraçado o quanto varia em uma mesma partida. Ora com arrancadas lindas, ora com furadas.

6,0
Alan Kardec

Teve duas grandes chances de cabeça e boa participação de pivô para ajeitar a bola para os companheiros. Melhorou.

5,5
Ytalo

Entrou relativamente cedo e não foi notado em campo. Ainda precisa de mais tempo para qualquer avaliação.

7,0
Rogério

A estrela do atacante é praticamente infalível. Entrou ligado, escapou da marcação e bateu firme para buscar o empate.

5,5
Bruno

Opção para repor a lateral depois da ousada troca de Auro por Rogério. Fez o básico, sem muito tempo para jogar.

7,0
Edgardo Bauza

Mesmo alternativa, a equipe mandou na maior parte do jogo. Quando perdeu o controle, ousou com Rogério e brilhou.