Matheus Barbosa - Vasco

Matheus Barbosa foi o décimo primeiro reforço do Vasco para a temporada 2022 (Foto: Rafael Ribeiro/Vasco)

Felipe Melo
16/01/2022
06:22
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de uma fraca temporada em 2021, o Vasco precisava passar por mudanças significativas dentro e fora de campo. Com as chegadas de Zé Ricardo e Carlos Brazil, a reformulação do elenco tem sido intensa. Por ora, o clube já contratou um time inteiro (11 jogadores) e segue ativo na busca por reforços. Os focos, no momento, são as duas posições mais carentes do elenco: zaga e ataque.

Em meio às desconfianças, o novo Comitê de Futebol tem adotado o diálogo e a análise do mercado de maneira cautelosa para minimizar erros. Tudo tem sido feito dentro da realidade financeira do clube. Para isso, a prioridade nas contratações são atletas que estejam comprometidos com o projeto e que tenham inteligência e saúde. Características citadas por Zé Ricardo durante sua apresentação ainda em dezembro. 

+ Confira e simule a tabela do Campeonato Carioca 2022

Com isso, o Cruz-Maltino trouxe determinados nomes que conhecem bem a Série B e estão em um bom momento na carreira. Diferente do que aconteceu em 2021, quando o clube contratou jogadores que já não apresentavam um bom futebol há algum tempo. O Vasco também apostou em jovens como Vitinho, e  no atacante Raniel, que busca novos rumos para a carreira.

- Olhando o elenco, desenhando em um quadro, não é uma preocupação tão grande. Hoje já temos um desenho legal. Obviamente temos carências na zaga e no atacante. Mas não vamos trazer para cumprir tabela. Temos feito análises minuciosas, ainda que algumas contratações sejam polêmicas. Outro dia, em conversa com um executivo de futebol, ele falou que tudo é aposta, até quando temos dinheiro. Então temos que tentar diminuir os riscos, avaliando histórico, falando com profissionais, tudo isso faz com que a gente minimize o erro - disse Carlos Brazil.

+ Cadu brilha, Vasco vence o Audax-SP nos pênaltis e garante vaga nas oitavas de finais da Copinha

Além de Vitinho e Raniel, o Gigante da Colina trouxe o goleiro Thiago Rodrigues, os laterais Weverton e Edimar, os zagueiros Anderson Conceição e Luís Cangá, os volantes Yuri Lara e Matheus Barbosa e os meias Bruno Nazário e Isaque. Zé Ricardo procura montar o time-base para a estreia no Carioca, que acontece dia 26, às 19h, contra o Volta Redonda, no Raulino de Oliveira.

O Vasco ainda busca um substituto para Germán Cano, que assinou com o Fluminense. Pedro Raul é um nome que agrada, mas clubes da Série A também têm interesse no atacante. Essa concorrência pode dificultar o negócio, mas os cariocas têm esperança e a presença de Bruno Nazário no elenco pode ajudar. Na zaga, Oliveira foi sondado, mas o negócio não avançou e ele ainda segue no Atlético-GO.

De acordo com Carlos Brazil, o Cruz-Maltino irá olhar com atenção os talentos que possam surgir na competição estadual. Ano passado, alguns jogadores despontaram, mas o clube não soube aproveitar as oportunidades do mercado. Um exemplo disso foi o meia Chay, destaque da Portuguesa, que hoje está no Botafogo. 

- Não estabeleço prazo, mas queremos formar o elenco o mais rápido possível. Se der para fechar para o Estadual e deixarmos para completar com uma ou outra situação com jogadores que se destacaram no Carioca. No ano passado aqui no Rio tiveram algumas boas situações que não foram aproveitadas pelo Vasco - explicou o Gerente de futebol do clube carioca.