Botafogo x Santos

Marinho marcou um belo gol e deu a vitória ao Santos contra o Botafogo, neste domingo (Divulgação Twitter)

Arthur Faria
21/07/2019
13:34
Santos (SP)

O Santos viveu um drama no segundo tempo, mas venceu o Botafogo, por 1 a 0, neste domingo, no Engenhão, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, o Peixe igualou o líder Palmeiras em número de pontos. 

O técnico Jorge Sampaoli preferiu utilizar o 3-4-3, com três zagueiros, Sánchez aberto na ala direita auxiliando Eduardo Sasha. O centroavante Uribe ganhou nova chance, mas não aproveitou. O venezuelano Soteldo foi muito acionado pelo lado esquerdo, mas faltou ser mais agressivo e solidário no primeiro tempo.

O zagueiro Lucas Veríssimo atuou pelo lado direito, mas já estava pendurado nos primeiros 15 minutos de jogo. Com mais de uma falta na partida e o Botafogo concentrando seus ataques no lado do camisa 28, Sampaoli já poderia ter substituído o defensor logo no intervalo por Victor Ferraz.

Isto não ocorreu. Para piorar, antes dos 10 minutos da segunda etapa, Veríssimo foi expulso. As notícias ruins não paravam. Sampaoli perderia o camisa 28 e Gustavo Henrique, também suspenso, contra o Avaí, no próximo domingo, na Vila Belmiro. 

O técnico argentino não poderia ficar parado, porém, sacou Eduardo Sasha, um dos melhores do Santos na partida, para colocar o atacante Marinho. Como em um filme, a tempestade passaria e colocaria um herói para salvar o dia do Peixe.

Marinho, em um chute de longe, venceu o goleiro Gatito Fernández, um dos melhores da posição durante a Copa América. O primeiro gol do camisa 11 no Santos foi uma obra de arte.

Com o mesmo número de pontos do líder Palmeiras, o Santos terá mais uma semana livre para trabalhar, preparar seus personagens para estrelar contra o Avaí e, quem sabe, assumir a liderança isolada do Brasileirão.