Felipe Jonatan - comemoração

Felipe Jonatan marcou o gol do Santos contra o Ceará no Castelão (Foto:Ivan Storti/Santos FC)

LANCE!
05/09/2020
23:02
Fortaleza (CE)

O sábado terminou com uma partida quente entre Ceará e Santos, no Castelão. Nesta noite, o Peixe saiu vitorioso por 1 a 0, em jogo pela oitava rodada do Brasileirão. O duelo foi cercada de polêmica, com quatro expulsões, duas de cada lado no segundo tempo. Leandro Carvalho, do Ceará, ainda acabou sendo expulso após o apito final.

O Peixe volta a entrar em campo na quarta-feira, contra o Atlético-MG, na Vila Belmiro. Já o Vozão joga no dia seguinte, contra o Internacional, no Beira-Rio.

'Lei do ex' aparece logo no começo
Mesmo poupando alguns titulares, o Santos começou em cima do Ceará. Sempre apostando na velocidade de Marinho, o Peixe levava perigo pelas pontas. O camisa onze tentou dois cruzamentos sem sucesso, mas o terceiro foi certeiro. A bola caiu nos pés de Felipe Jonatan, cria da base cearense, que encheu o pé e abriu o placar para o Santos aos oito minutos.

Na comemoração, o camisa três santista não comemorou o gol em respeito ao adversário. Este foi o segundo gol do lateral-esquerdo no Brasileirão. Ele havia marcado diante do Athletico-PR, na Vila Belmiro. 

Ceará leva perigo nas bolas paradas
Com a vantagem no placar, o Santos deu uma recuada e permitiu o Ceará assustar. Aos 14 minutos, Leandro Carvalho chutou de fora da área, mas a bola passou por cima da meta de João Paulo. Porém, as jogadas de maior perigo aconteceram em bolas paradas. 

Aos 19, Vina bateu falta e Charles cabeceou com perigo. Logo na sequência, aos 21, mais uma vez Vina, desta vez batendo escanteio. Thiago passou pela bola e quase empatou a partida. O Ceará continuou em cima. Aos 33, novamente Vina, desta vez batendo falta, levou perigo. João Paulo se esticou todo e espalmou para escanteio. 

Prass salva o Vozão
Com a pressão do Ceará, o Santos foi se ajeitando no jogo. Com uma forte estratégia defensiva e apostando nos contra-ataques, o Peixe chegava perto da área do Vozão, mas pecava no último passe. Porém, a derradeira chance do primeiro tempo foi do Santos. Veríssimo cabeceou em cobrança de escanteio, mas Prass fez grande defesa. O  Peixe conseguiu se defender e foi para o intervalo com a vantagem no marcador.

João Paulo salva duas vezes
A segunda etapa começou com o Ceará atacando. A primeira chance da equipe cearense foi aos nove minutos. Vina lançou para Leandro Carvalho, que dominou e bateu forte, na saída de João Paulo, que defendeu com o pé. O Santos respondeu com Arthur Gomes, que invadiu a área, mas bateu para fora.

O jogo deu uma acalmada, mas aos 20 minutos, o Ceará chegou novamente. Em contra-ataque, Mateus Gonçalves tabelou com Vina, recebeu na cara do gol, mas o goleiro santista defendeu novamente. 

Ceará acerta a trave santista
Com as entradas de Mateus Gonçalves e Rafael Sobis, o Ceará começou a sufocar o Santos. Aos 28 minutos, Vina recebeu na entrada da área e bateu de primeira. A bola caprichosamente bateu na trave de João Paulo. 

Logo depois, aos 30, Mateus Gonçalves cruzou na pequena área, Luan Peres não conseguiu cortar, e a bola sobrou para Sobis, que chegou um pouquinho atrasado e não alcançou. 

Confusão, quatro expulsões e Santos quase marca

O jogo vinha tranquilo na parte disciplinar até os 35 minutos. Porém, após uma falta de Samuel Xavier, Luan Peres agrediu o jogador, o que deu início a uma confusão generalizada. Os dois acabaram sendo expulsos. Logo depois, o lateral-esquerdo Bruno Pacheco, do Ceará, acabou sendo expulso.

Logo depois de toda a confusão, Marinho quase deixou o dele. Aos 41 minutos, o atacante recebeu, ganhou na velocidade de Luiz Otávio, mas Fernando Prass defendeu o chute do atacante.

Com sete minutos de acréscimo, os ânimos ficaram exaltados. O volante Alison foi expulso diretamente ao acertar uma cotovelada em Bergson. As duas equipes ficaram com nove em campo. O Ceará tentou até o final, mas o Santos segurou a vitória. 

FICHA TÉCNICA
CEARÁ 0 x 1 SANTOS


Estádio: Arena Castelão, em Fortaleza (CE)
Data e horário: 5 de setembro de 2020, às 21h
Árbitro: Wagner Reway (CBF/PB)
Assistentes: Oberto da Silva Santos (PB) e Kildenn Tadeu Morais de Lucena (PB)
VAR: Igor Junio Benevenuto (MG)

Renda/Público: Portões fechados
Gols: Felipe Jonatan (0-1, 08'/1ºT)

Cartões amarelos: Luiz Otávio, Bruno Pacheco e Leandro Carvalho (CEA); Lucas Veríssimo, Felipe Jonatan, Kaio Jorge e Lucas Braga (SAN)
Cartão vermelho: Samuel Xavier, Bruno Pacheco e Leandro Carvalho (CEA) e Luan Peres e Alison (SAN) .

CEARÁ (Técnico: Guto Ferreira)
Fernando Prass; Samuel Xavier, Thiago, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Charles (Bergson, aos 43'2T), Fabinho (Lima, aos 22'2T) e Fernando Sobral; Vinicius, Leandro Carvalho (Mateus Gonçalves, aos 10'/2T) e Cléber (Rafael Sobis, aos 21'2T).

SANTOS (Técnico: Cuca)

João Paulo; Pará, Lucas Veríssimo, Luan Peres e Felipe Jonatan; Alison, Pituca e Arthur Gomes (Jobson, aos 32'2T); Marinho (Madson, aos 49'2T), Lucas Braga (Alex Nascimento, aos 43'2T) e Kaio Jorge (Carlos Sánchez, aos 32´2T).