Sampaoli

Sampaoli é quem deve promover mudanças no elenco do Santos para a próxima temporada (Foto: Ivan Storti/Santos)

Ana Canhedo
27/12/2018
06:00
São Paulo (SP)

O Santos deve promover uma grande reformulação no elenco. O argentino Jorge Sampaoli deve dispensar uma série de jogadores pouco usados na temporada de 2018 ou de rendimento questionado no Peixe. Ao L!, no início do mês, o presidente José Carlos já havia antecipado a ânsia em escolher um comandante capaz de dar um "chacoalhão" no Alvinegro.

Com isso, porém, haverá a necessidade de buscar peças de reposição no mercado. Até o momento, o Santos ainda não anunciou a contratação de ninguém para 2019 e a permanência de Dodô ainda não está assegurada. A torcida começa a se incomodar com a falta de contratações, mas a tendência é que o clube primeiro arrume a casa para depois investir.

- O novo técnico precisa ter um bom relacionamento com a base, aproveitar os novos valores, ser um cara tarimbado, entendeu? Que venha para fazermos uma reformulação - havia dito Peres à reportagem. Sampaoli atende a todas as características buscadas pelo dirigente santista. 

O argentino já iniciou o trabalho de conhecer a fundo todo o elenco do Peixe, incluindo as categorias de base. Sampaoli tem a intenção de promover alguns jogadores e aproveitar as joias da casa. Jean Mota, acertado com o Bahia, é a primeira saída confirmada para 2019. 

O meia Yuri e o os nove jogadores que retornaram de empréstimo também estão em xeque, embora alguns tenham chances de permanecer. São eles: Fabián Noguera, Cleber Reis, Orinho, Romário, Matheus Ribeiro, Leandro Donizete, Rafael Longuine, Matheus Oliveira e Rodrigão. Yuri, inclusive, está na mira do Fluminense e deve ser o próximo a deixar o clube. 

Dos emprestados, Orinho e Romário ainda devem ser mantidos até que a situação de Dodô se resolva. Ambos são opções para o setor caso o titular absoluto não permaneça em 2019. Nenhum, porém, empolga. 

A economia salarial com a possível saída de inúmeras peças pode possibilitar a contratação de novos jogadores. De acordo com Sampaoli, a prioridade é a manutenção de nomes como Victor Ferraz, Dodô e Bruno Henrique, além da contratação de um substituto para Gabriel.