Zé Rafael não ouviu tantas críticas pelo pênalti perdido contra o São Paulo

Zé Rafael não ouviu tanta crítica pelo pênalti perdido contra o São Paulo (Cesar Greco/Agência Palmeiras/Divulgação)

William Correia
19/04/2019
12:43
São Paulo (SP)

Logo em seu começo no Palmeiras, no quarto jogo em que recebeu chance do técnico Luiz Felipe Scolari, Zé Rafael poderia se tornar vilão. O meia desperdiçou o pênalti que culminou na eliminação nas semifinais do Campeonato Paulista, diante do São Paulo, no Allianz Parque, no último dia 7. Mas recebeu mais apoios do que crítica vindos da torcida.

- No pouco que acompanhei, vi que a maioria das reações era positiva, de apoio. Ninguém gosta de errar pênalti, nas circunstâncias que foi. Mas a torcida entendeu o meu lado, sabe que dei o meu melhor, que, sempre que entro, tento dar o meu melhor. Isso faz com que a relação tenha se tornado positiva. Se continuar aproveitando as oportunidades, sempre buscando evoluir e dar o melhor para ajudar os companheiros, a torcida sempre vai estar do nosso lado.

O pênalti perdido, aparentemente, não abalou mesmo o ex-jogador do Bahia. Felipão e o volante Bruno Henrique, capitão e um dos líderes do elenco, elogiaram a reação de Zé Rafael. Inclusive, na partida seguinte, o camisa 8 foi titular na vitória por 3 a 0 sobre o colombiano Junior Barranquilla, no Allianz Parque, pela Libertadores, também com atuação aprovada.

- (O pênalti) Foi uma parte ruim que eu não esperava neste início no Palmeiras, mas faz parte, para o amadurecimento. Grandes jogadores erraram. O mais importante é não ter sentido tanto o peso. Senti, lógico, ninguém quer errar um pênalti naquela circunstância, da importância que era, mas me fez mais forte. Estou fortalecido. Espero aproveitar as próximas chances que tiver - comentou.

Zé Rafael começou a temporada sendo um dos nomes mais pedidos pela torcida, principalmente depois de atuações pouco convincentes da equipe. Scolari chegou até a se irritar durante entrevista coletiva por precisar falar tanto dele. Mas, agora, a expectativa é de que o meia tenha mais oportunidades.

- A perspectiva é grande. Sabemos que nosso elenco é qualificado, mas também que terão muitos jogos. Como o Felipão tem essa metodologia de rodízio, todos terão oportunidade durante o ano. A cada jogo que tiver oportunidade, darei meu melhor - prometeu Zé Rafael.

O próximo compromisso do Palmeiras é na quinta-feira, às 23h (horário de Brasília), diante do Melgar, no Peru, pela quinta rodada do Grupo F da Libertadores. O Verdão está em segundo lugar na chave, com nove pontos, um abaixo do argentino San Lorenzo.