Gabriel Rodrigues
23/07/2019
23:35
Mendoza (ARG)

Após um começo de jogo irreconhecível, em que sai perdendo por 2 a 0, o Palmeiras conseguiu reagir e empatou em 2 a 2 com o Godoy Cruz, nesta terça-feira, na Argentina, pela primeira partida das oitavas de final da Libertadores. Felipe Melo e Borja marcaram para o Verdão, enquanto Santiago "Morro" Garcia fez os dois dos argentinos.  A equipe local ainda perdeu um pênalti com o mesmo Morro quando a partida estava 2 a 1. 

Palmeiras e Godoy Cruz voltam a se enfrentar na próxima terça-feira, às 21h30, no Allianz Parque. Agora, o Verdão tem a vantagem do empate sem gols ou até em 1 a 1. Quem vencer, avança. Antes disso, o Verdão volta a campo no sábado, também em casa, contra o Vasco, pelo Brasileiro.

“Morro” abaixo
Mesmo com três mudanças na escalação titular em relação a derrota para o Ceará, no último sábado - as entradas de Raphael Veiga, Willian e Borja -, o Palmeiras começou a partida na Argentina irreconhecível. E pagou por isso. Logo aos 5 minutos de partida, o Godoy Cruz abriu o placar. Num apagão da zaga alviverde, Andrada cruzou a bola pela direita, Brunetta, livre, escorou para o meio da área, e Santiago “Morro” García, também sem marcação, cabeceou para o gol.

Depois, o Palmeiras pareceu ter acordado em campo e chegou a ter duas chances, com Veiga e Borja, mas não aproveitou. Quem não desperdiçou a nova chance que teve foi Morro Garcia. Num belo contra-ataque, Bullaude achou o centroavante entrando livre nas costas de Diogo Barbosa. O camisa 18 chegou batendo de primeira e ampliou o placar.

Felipe Melo diminui
Quando o cenário se mostrava desastroso para os visitantes, o time de Felipão contou com a sorte para diminuir o placar aos 33 minutos. Willian aproveitou uma sobra e ajeitou a bola para Marcos Rocha, que levantou na área. O goleiro argentino saiu mal do gol e Felipe Melo marcou, de cabeça, o tento que começou a reação do Palmeiras na partida.

Weverton salva
Se o gol de Felipe Melo animou o torcedor palmeirense, Weverton salvou o que poderia ser um banho de água fria no time. Três minutos após o tento, García recebe uma bola na entrada da área, teve a camisa puxada pro Gómez e o árbitro Wilmar Roldan marcou pênalti. O próprio atacante foi para a cobrança, mas bateu fraco no meio do gol e Weverton fez a defesa com os pés.

Borja desencanta
Se o começo do primeiro tempo do Palmeiras foi desastroso, o time voltou melhor para a etapa final. Depois de quase marcar com o Willian aos 9 minutos, o Verdão chegou ao empate aos 13. E logo com Borja. O atacante recebeu um bom passe de Luan, deu um belo giro sobre Varela e chutou por baixo do goleiro adversário. O colombiano não marcava desde fevereiro e foi apenas o seu quarto gol no ano - o primeiro na Libertadores.

Melhor em campo durante todo o segundo tempo, o Palmeiras quase conseguiu a virada no final. O goleiro Mehring defendeu uma bela cobrança de falta de Bruno Henrique aos 42. Depois, o Verdão até pressionou, mas ficou nisso. De bom tamanho pelo começo ruim do time.

FICHA TÉCNICA
GODOY CRUZ (ARG) 2 x 2 PALMEIRAS

Local: Malvinas Argentinas, Mendoza (Argentina)
Data-Hora: 23/7/2019 - 21h30
Árbitro: Wilmar Roldan (Colômbia) - Nota LANCE!: 6,0 - Conduziu bem o jogo e acertou nas marcações.
Assistentes: Alexander Guzman e Dionisio Ruiz (ambos da Colômbia)
VAR: Victor Carrillo (Peru)
Gramado: Bom
Público/Renda: Não informados
Cartão amarelo: Aleo e Brunetta (GOD), Luan (PAL)
Cartão vermelho: -

GOLS: Santiago García, 5’/1ºT (1-0), Santiago García, 28’/1ºT (2-0), Felipe Melo, 33’/1ºT (2-1); Borja, 13’/2ºT (2-2)

GODOY CRUZ: Mehring; Arena, Héctor Varela, Tomás Cardona e Aleo; Kevin Gutiérrez, Juan Andrada, Bullaude (Manzur, 30’/2ºT) e Brunetta; Merentiel (Pietro, 20/2ºT) e Santiago García. Técnico: Lucas Bernardi.

PALMEIRAS: Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Raphael Veiga; Willian (Hyoran, 30’/2ºT), Dudu e Borja (Deyverson, 37'/2ºT). Técnico: Luiz Felipe Scolari.