Semana de Vela de Ilhabela (Foto: Marcos Méndez)

Semana de Vela de Ilhabela acontece entre 24 e 31 de julho (Foto: Marcos Méndez)

LANCE!
03/07/2021
22:36
Ilhabela (SP)

A organização da Semana Internacional de Vela de Ilhabela, em parceria com a Prefeitura local, informou que está alinhada com as autoridades de saúde para entregar um evento de alto nível de 24 a 31 de julho, no litoral norte paulista.

As regatas devem reunir mais de 100 barcos de classes como ORC, RGS, Bico de Proa, Clássicos, C30 e HPE25. Para retomada das provas, os organizadores adotarão medidas restritivas e consultaram dirigentes de outras competições pelo mundo, não apenas de vela oceânica.

Todas as atividades relacionadas à Semana Internacional de Vela de Ilhabela atenderão aos protocolos de segurança oficiais relacionados à Covid-19. Uma das novidades para 2021 é a exigência de teste de PCR com 72 horas de antecedência para o credenciamento, que será feito nos dias 24 e 25 de julho. Além do mais, o Yacht Club de Ilhabela (YCI) não estará aberto a convidados.

- Para nós as dificuldades lembram aquela fala popular ‘A gente capota, mas não breca’. O mais importante é ter uma Semana de Vela de Ilhabela, nem que seja um pouquinho diferente. Os nossos protocolos vão exigir a testagem, ou atestado de vacinação contra a Covid, de todos os participantes. O atestado de vacinação, que substitui a testagem, é exigido somente com a 1ª dose. Não se esqueçam que para entrar em Ilhabela já é obrigatória a testagem de exame PCR com até 72 horas. Pretendemos ainda ter pelo menos mais uma testagem durante o evento. Temos certeza que todos vão entender e colaborar com essas medidas - comentou o organizador e diretor de vela do YCI, Mauro Dottori.

- Quanto à testagem durante o evento, a Prefeitura de Ilhabela, nossa grande parceira, provavelmente fará o teste rápido de antígeno, que de rápido não tem muito. Demora uns 15 minutinhos. Mas é mais do que compreensível. A segurança do evento é o mais importante e recomenda que façamos a testagem. De resto, as mesmas medidas de sempre: usar máscara, álcool gel na entrada, mais totens de álcool gel ao longo do clube e distanciamento social. Aliás é por isso que o nosso clube não poderá disponibilizar o restaurante para os convidados.

A Prefeitura de Ilhabela segue como parceira histórica do evento, que é apontado pela comunidade como o principal da vela oceânica da América do Sul. A abertura do evento será com a regata Alcatrazes – Marinha do Brasil, acompanhada pela Toque-Toque por boreste e Renato Frankenthal.

As disputas na água prometem muita emoção. E isso já está acontecendo nos eventos realizados nos últimos meses em todo o país, principalmente em Ilhabela (SP), onde recentemente ocorreu a 1ª fase da Copa Mitsubishi. Antes da 48ª SIVI será realizada de 16 a 18 a Semana de Monotipos, que conta com barcos de classes olímpicas, pan-americana e da vela jovem.

- Nós estamos esperando praticamente o mesmo número de barcos, em torno de 120. Isso dá quase mil tripulantes para essa 48ª Semana de Vela. O que estamos vendo nas regatas que já estão acontecendo é uma grande fome de velejar.

- A 48ª Semana de Vela vai ter todas as regatas que já são tradicionais, a começar pela Alcatrazes – Marinha do Brasil. Ainda, e que nos deixa muito entusiasmados e contentes: na segunda-feira, dia 26, teremos a regata Vela do Amanhã, onde os alunos das escolas de vela da região participarão de uma regata com os barcos da Semana de Vela - reforçou Mauro Dottori, que é o comandante do Caballo Loco na classe C30.

O Yacht Club de Ilhabela (YCI) segue com a política de impacto zero em suas ações visando a proteção do meio ambiente. O setor é liderado pelo ambientalista e diretor do YCI Julio Cardoso. O evento será paperless, ou seja, sem papel, valendo para comunicados oficiais e resultados.