Adestramento do Brasil

Leandro Aparecido da Silva celebra a conquista do time brasileiro (Foto: Jonne Roriz/COB)

LANCE!
29/07/2019
19:33
Lima (PER)

A equipe de adestramento do Brasil pode vibrar com o bronze e de quebra conquistou a vaga para Olimpíada de Tóquio-2020. Nesta segunda-feira, o time terminou na terceira colocação, com 408.696 pontos, para faturar a medalha. O Canadá ficou com medalha de ouro, com 440.111, e os Estados Unidos, com a prata ao somar 437.791.

A medalha dos EUA favoreceu a vaga brasileira para Tóquio-2020. Como os americanos já garantiram a vaga durante os Jogos Equestres Mundiais de Tryon 2018, os brasileiros herdaram o lugar.

João Paulo dos Santos, melhor brasileiro no primeiro dia de provas, fez uma apresentação consistente e saiu com a nota de 69.265, melhorando em em cerca de 0.2 seu resultado em relação ao dia anterior. Contudo, João Victor Oliva não conseguiu um desempenho parecido. Ele encerrou a disputa com 65.147.

Luiz Silva acabou terminando sua apresentação com um total de 66.553 pontos, mantendo o Brasil na terceira posição, como no primeiro dia. Último a se apresentar, Pedro Manuel conseguiu uma apresentação segura e fechou com 65.660, que deu ao Brasil a medalha de bronze e a vaga nas Olimpíadas de Tóquio 2020.

Para destacar, a equipe de adestramento do Brasil conquistou a vaga para os Jogos Olímpicos pela primeira vez na história, sem a necessidade de um convite da organização do evento.

João Paulo dos Santos (com o cavalo Carthago Comando SN), João Victor Marcari Oliva (Biso das Lezirias), Leandro Aparecido da Silva (Dicaprio) e Pedro Manuel Tavares de Almeida (Aoleo) formaram a equipe.