David Nascimento
09/03/2019
21:19
Rio de Janeiro (RJ)

A noite deste sábado foi de Clássico dos Milhões. Vasco e Flamengo duelaram no Maracanã pela Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, e ficaram no empate em 1 a 1. Arrascaeta fez para o Rubro-Negro, que estava em campo com um time reserva, enquanto Maxi López marcou para o Cruz-Maltino, em pênalti aos 50 minutos do segundo tempo. Os comandados de Alberto Valentim, com isto, seguem invictos em 2019 - já são 12 jogos sem perder.

Com o resultado, o Vasco chegou aos cinco pontos no Grupo B, na segunda colocação. Já o Flamengo segue na liderança do Grupo C, agora com sete pontos. Pela Taça Rio, o Cruz-Maltino volta a campo no próximo dia 17, diante da Cabofriense, no Espírito Santo. Na véspera, o Rubro-Negro recebe o Volta Redonda. No meio de semana, porém, ambas as equipes jogam - o Vasco na quinta, pela Copa do Brasil, diante do Avaí, e o Fla na quarta, pela Conmebol Libertadores, contra a LDU.

RITMO ACELERADO... MAS DIMINUINDO
Vasco e Flamengo começaram com um ritmo acelerado a partida. No primeiro minuto, o Cruz-Maltino levou perigo com Yago Pikachu e Marrony. O Rubro-Negro respondeu aos quatro, com Trauco mandando forte e Fernando Miguel defendendo em dois tempos. Danilo Barcelos ainda chegaria aos 11. Depois deste momento, o ritmo foi diminuindo até o intervalo, fazendo com que Alberto Valentim e Abel Braga mudassem as partes técnica e tática nos vestiários.

VOLTA COM SORTE
O Flamengo voltou forte para o segundo tempo. Logo aos dois minutos, Arrascaeta, o único titular mantido por Abel Braga na equipe para o clássico em comparação com os jogadores que iniciaram na estreia na Libertadores, abriu o placar. Vitinho recebeu de Everton Ribeiro, deu um lindo passe para o uruguaio, que fez o 1 a 0 na saída de Fernando Miguel do gol. O Vasco não se intimidou e quase chegou ao empate pouco depois - Leandro Castan acertou a trave.

EMPATE, DISCUSSÃO E EXPULSÃO
A partida se encaminhava para a vitória do Flamengo, mas os acréscimos do segundo tempo ainda iriam reservar emoção. Aos 47 minutos, Danilo Barcelos evitou um gol incrível de Rodinei, o que seria o segundo do Rubro-Negro. No minuto seguinte, Marrony foi derrubado por Thuler dentro da área e o árbitro Wagner do Nascimento Magalhães marcou, de forma correta, o pênalti. Já aos 50, Maxi López foi para a cobrança e igualou para o Vasco, 1 a 1. A discussão dos rubro-negros pela penalidade se estendeu até após o apito, quando Bruno Henrique foi expulso.

FICHA TÉCNICA
VASCO 1 X 1 FLAMENGO


Estádio: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/hora: 9/3/2019, às 19h (de Brasília)
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ) - Nota LANCE!: 6,5 (marcou corretamente o pênalti no fim e foi bem nos cartões para acalmar os ânimos dos jogadores)
Assistentes: Luiz Cláudio Regazone (RJ) e Thiago Henrique Correa Farinha (RJ)
Renda/público: R$ 1.150.768,00/26.809 pagantes
Cartões amarelos: Werley, Thiago Galhardo, Yago Pikachu, Maxi López (VAS) e Trauco, Everton Ribeiro, Piris da Motta, Bruno Henrique, Rodinei, Thuler (FLA)
Cartão vermelho: Bruno Henrique - após o jogo (FLA)

GOLS: Arrascaeta 2'/2ºT (0-1) e Maxi López 50'/2ºT (1-1)

VASCO: Fernando Miguel, Raul Cáceres, Werley, Leandro Castan e Danilo Barcelos; Raul (Ribamar 29'/2ºT) e Lucas Mineiro; Thiago Galhardo (Bruno César 21'/2ºT), Marrony e Yago Pikachu (Rossi 13'/2ºT); Maxi López. Técnico: Alberto Valentim.

FLAMENGO: César, Rodinei, Thuler, Hugo Moura e Trauco; Piris da Motta, Ronaldo, Arrascaeta, Everton Ribeiro (Kleber 31'/2ºT) e Vitinho (Lucas Silva 27'/2ºT); Vitor Gabriel (Bruno Henrique 21'/2ºT). Técnico: Abel Braga.