Torcedor nazista

Tatuagem com símbolo que remete ao nazismo chamou atenção (Foto: Reprodução)

LANCE!
20/04/2022
18:00
Rio de Janeiro (RJ)

O torcedor do São Raimundo que foi flagrado com uma tatuagem nazista em jogo da Série D, no último domingo (17), foi identificado pela Polícia Civil do Amazonas. André Lucas Freitas de Souza foi obrigado a prestar depoimento.

Anderson é profissional em Tecnologia da Informação. A imagem da tatuagem causou uma repercussão negativa nas redes sociais. 

Ivo Martins, delegado da Polícia Civil do Amazonas, contou detalhes sobre a conversa com André Lucas. 

- Tivemos uma conversa aberta com a presença da genitora dele, inclusive os advogados. Ele falou a versão dele. Disse que não tinha a intenção, quando tatuou há cerca de 10 anos, de promover nenhum tipo de incitação, induzimento à essa prática nazista como foi amplamente divulgado - disse o delegado. 

Ivo Martins também contou como andam as apurações sobre o caso. 

- A gente está apurando. Ele está com uma atitude bastante colaborativa. Inclusive já nos entregou o celular dele, o computador também vai ser arrecadado. Então a gente vai chegar todas as informações de maneira técnica. Não fazer nada de maneira açodada (apressada) para que possa ser assegurado a ele toda a defesa pertinente. Em seguida, ele vai ser ouvido formalmente na presença do advogado dele - acrescentou.

O perfil oficial do São Raimundo Esporte Clube publicou uma nota de repúdio após tomar conhecimento que o torcedor foi visto com a tatuagem nazista.

- O São Raimundo Esporte Clube vem a público repudiar a atitude deste indivíduo que nada representa a história do clube do povo. O São Raimundo condena veementemente toda e qualquer manifestação favorável àquilo que foi uma das maiores máculas da história mundial - publicou o clube.

A apologia ao nazismo se enquadra como crime na Lei 7.716/1989. Muitos torcedores pediram a prisão de André Lucas. A expectativa é que o caso seja resolvido rapidamente.