Ricardo Rocha, Milena Ceribelli, Lucas Pereira - RecordTV Cariocão 2021

(Foto: Paulo Mauzer/ Divulgação RecordTV Rio)

Ricardo Guimarães
04/03/2021
16:18
Rio de Janeiro (RJ)

O Campeonato Carioca estreou na terça-feira de casa nova, na Record TV, que transmitiu a vitória dos meninos do Flamengo sobre o Nova Iguaçu, por 1 a 0. Em entrevista ao LANCE!, o narrador Lucas Pereira, o comentarista e ex-jogador Ricardo Rocha e a apresentadora Mylena Ceribelli falaram sobre a grande noite de estreia.

> Confira a classificação atualizada do Cariocão 2021 e simule os resultados

Ricardo Rocha, que assinou com a Record TV no fim de fevereiro, comentou a Libertadores da América no SBT recentemente. Antes de uma passagem como dirigente do São Paulo, o tetracampeão do mundo trabalhou na Globo. Ele falou sobre a estreia e o reconhecimento de ser visto como um profissional qualificado nas três emissoras de maior audiência do país.

- Em primeiro lugar, fico feliz com o reconhecimento profissional. Trabalhei em várias emissoras e agora tenho esse projeto maravilhoso que a RecordTV está realizando. Sinto muito orgulho pelo reconhecimento do meu trabalho, não só como jogador, mas também fora de campo. Digo sempre que o jogador passa, a vida continua. Esse reconhecimento que chega hoje é o trabalho de uma vida, de longos anos, e por isso fico feliz - disse Ricardo, que completou falando sobre sua percepção sobre a estreia do Flamengo com o time de garotos - explicou.

- Acho que foi um bom jogo. O Flamengo tem uma garotada muito boa, com qualidade. No primeiro tempo acho que o Flamengo foi melhor. No final do segundo tempo, entretanto, apesar do gol, o Flamengo cansou. São jogadores jovens que têm muita qualidade, mas ainda não têm o corpo formado de um atleta profissional. É normal que sintam câimbras, isso vem do ritmo de jogo. Mas no final do jogo, um belo gol do Max, um golaço de perna esquerda, que foi importante para coroar a atuação desses garotos - acrescentou.

"Tem tudo para ser um dos gols mais bonitos do campeonato"

Lucas Pereira, narrador

Falando em golaço do garoto Max, o narrador da partida Lucas Pereira lembrou que já esperava uma partida sem gols quando o garoto marcou já nos acréscimos. 

- Foi sensacional narrar o primeiro gol, especialmente pela maneira como foi. Estávamos achando que a abertura do campeonato terminaria num 0 X 0. Aí de repente, no último lance do jogo, nos 48 do segundo tempo, sai o gol. Foi muito bacana narrar esse gol pela maneira como foi. O Max, que fez o gol, chorou depois, foi um momento de muita emoção, muito bacana - disse.

- A maneira como ele pegou a bola, com curva, a maneira como a bola entrou, no ângulo do goleiro. Dificilmente vamos ver um chute desses no campeonato. Tem tudo para ser um dos mais bonitos do campeonato, e aconteceu logo na estreia. Muito bacana - concluiu.

A jornalista Mylena Ciribelli, que teve o programa 'Esporte Fantástico' interrompido devido a pandemia e trabalhou nesse período com um quadro de esportes dentro do jornalístico 'Balanço Geral', foi a apresentadora da transmissão.

"É um momento importante pra toda a emissora"

Mylena Ciribelli, apresentadora

- A Record não transmitia o Carioca há 23 anos. Acredito que é uma forma de recuperar essa conexão com o torcedor. O telespectador pode perceber que tem na Record o seu espaço garantido pra torcer e pra se informar com qualidade. É um momento importante não apenas para nós do esporte mas também pra toda a emissora. Que venham outros eventos - disse. 

- A nossa expectativa é que a nossa cobertura vá na dose certa com informação e também entretenimento. Sempre com a leveza que o esporte permite: bom humor, muita observação de todos os lances, para que a gente não deixe passar nenhum detalhe que possa interessar a nossa audiência. E que que faça muito sucesso claro - completou.