Pedro - Flamengo

Pedro (em destaque) nos tempos de futsal do Flamengo (Foto: Acervo pessoal)

Lazlo Dalfovo
16/01/2020
06:55
Rio de Janeiro (RJ)

Perto da concretização de um casamento, o namoro entre Pedro e Flamengo é antigo. Mas a relação já teve capítulos na adolescência do atacante, que será emprestado pela Fiorentina até dezembro deste ano, com valor fixado. Isso porque, os primeiros passos do camisa 9 foram no futsal do Rubro-Negro. 

Aos oito anos, Pedro apareceu no Flamengo para dar início a uma história de sete anos, que passou por salão e campo e foi interrompida por conta da dispensa do Fla, aos 15 anos. Curiosamente, após concluir a base pelo Fluminense e sete anos depois, está por detalhes burocráticos de voltar a vestir a camisa do clube e ter a possibilidade de repetir o roteiro do ídolo Nunes.

1981 Nunes Flamengo
Após dispensa no sub-20, Nunes voltou ao Flamengo anos depois e foi o herói do Mundial de 1981 (Foto: Reprodução)

Explica-se: Nunes, natural de Feira de Santana-BA, se mudou para o Rio aos 14 anos e, logo em seguida, ingressou na base do Flamengo, onde jogou por cinco anos. Já a sua dispensa surgiu antes de mesmo de se profissionalizar - foi para o Confiança-SE engatar a carreira e só regressou à Gavea em 1980.

E há outra coincidência quanto às histórias dos dois: Nunes também passou pelo Fluminense (em 1978/89) no ínterim, porém, diferente de Pedro, não brilhou no Tricolor.

Agora, cabe ao jovem de 22 anos aproveitar a segunda chance no Flamengo e, quem sabe, ser outro goleador a ganhar a alcunha de "artilheiro das decisões". 

Pedro - Flamengo
No campo, Pedro jogou, inclusive, com Lucas Paquetá no Flamengo (Foto: Reprodução / Twitter)

'ERA DIFERENCIADO'

Pedro é o tão pedido centroavante de Jorge Jesus. Mesmo sem ter tido êxito na Itália, desembarca credenciado pelos ótimos números com a camisa do Fluminense. O seu faro de gol, aliás, já era exibido nas quadras Rio afora. O LANCE! conversou com Renan Rodrigues, de 21 anos e que atuou com "Queixinho" nos tempos de futsal do Flamengo.

- Ele sempre foi habilidoso e, como costumo dizer, já cheirava a gol. O Pedro sempre apareceu nos momentos difíceis dos jogos, sempre se posicionando bem... Fazia muitos gols e servia demais aos companheiros. Era diferenciado.

A NEGOCIAÇÃO 

Pedro chega ao Rio na manhã desta sexta-feira para realizar exames médicos e assinar o vínculo de empréstimo. O Flamengo pagará cerca de R$ 4 milhões à  Fiorentina para tê-lo até dezembro. Caso o adquira em definitivo, em valor ainda a ser definido, tal quantia será abatida no fim da aguardada operação.