Diego Treino Flamengo

Alexandre Vidal/Flamengo

LANCE!
18/07/2019
10:36
Rio de Janeiro (RJ)

Após a eliminação da Copa do Brasil nos pênaltis para o Athletico Paranaense, Diego explicou a sua cobrança. O meia e capitão do Flamengo desperdiçou o primeiro pênalti da decisão ao chutar no meio do gol e Santos defender com certa tranquilidade. Mas o camisa 10 disse ter treinado assim.

- Toda cobrança de pênalti é uma batalha entre o goleiro e o batedor. Assisti aos vídeos, assim como os goleiros também nos estudam, treinei esse pênalti exatamente igual. Ele estava tomando as decisões sempre de sair antes. E eu bati no meio. Não poderia bater forte porque não teria precisão. Bati no alto para o caso dele pular a bola não bater na perna dele. Foi a decisão que eu tomei. As decisões que eu tomo são conscientes. Foi isso que aconteceu. Hoje ele tomou a decisão de ficar e foi mais feliz que eu. Vai errar que pegar a bola e bater. Não vou passar essa responsabilidade - disse Diego após a partida da última quarta-feira, no Maracanã.

Perguntado sobre o aproveitamento ruim cobrando pênaltis pelo Flamengo, o meio-campista reconheceu o momento ruim, mas ressaltou seu histórico por outros clubes e disse que não deixará de bater.

- Fui campeão do mundo pelo Porto na disputa. Fui duas vezes campeão da Copa América batendo pênaltis. Tive outras classificações em vários torneios batendo pênaltis. Aqui no Flamengo, o aproveitamento não tem sido como eu gostaria, mas as decisões que tomo são sempre conscientes. Durante o jogo, reconheço que há outros jogadores em momento melhor e têm batido, como Gabigol e Everton, mas na disputa, na posição em que estou, não tem como e não vou fazer de passar a bola, passar a responsabilidade - disse o meia antes de completar:

- Foi um golpe muito duro, mas tenho que enfrentar essa situação, temos que seguir em frente porque a temporada não acaba hoje - finalizou.

O técnico Jorge Jesus foi perguntado sobre a cobrança de pênalti de Diego durante a entrevista coletiva após a partida e lembrou que o meia não costuma cobrar no meio do gol.

O Flamengo volta a campo no próximo domingo, visitando o Corinthians, às 16h (de Brasília), pelo Campeonato Brasileiro. Depois, na próxima quarta-feira, o Rubro-Negro já tem outra decisão: o primeiro jogo contra o Emelec, fora de casa, pelas oitavas de final da Libertadores.