Vinicius Popó (atacante de 17 anos do Cruzeiro)

Vinícius Popó estará em campo no primeiro jogo da final da Copa do Brasil Sub-20, nesta sexta-feira (Foto: Gustavo Aleixo / Cruzeiro E.C)

João Vítor Castanheira
08/05/2019
08:40
Belo Horizonte (MG)

Apelido de campeão, Vinícius Santana da Silva já tem. É cedo para falar que o jogador terá tanto sucesso quanto Acelino Freitas, pugilista brasileiro dono de quatro títulos mundiais, mas os números da promessa chamam atenção. Desde que chegou a Belo Horizonte, em 2014, o Popó do Cruzeiro soma 128 gols em 165 jogos pela base celeste, e em janeiro, aos 17 anos, foi o artilheiro da Raposa na Copa SP de Futebol Júnior 2019 - com cinco gols.

O sucesso na competição de base o credenciou para estrear como profissional, no Campeonato Mineiro deste ano.  Já na maior idade (o atleta fez aniversário em fevereiro), e experimentado no time principal - pelo qual o jovem centroavante fez três jogos - Vinicius Popó teve o contrato renovado no início de abril. O acordo recente vale por cinco anos, até 2024, e inclui uma multa de 100 milhões de euros para transferências para o exterior. 

- Fico muito feliz por esta renovação. O Cruzeiro mais uma vez me dando oportunidade e acreditando no meu futebol. Agora espero, dentro de campo, retribuir com gols, assistências e títulos. A multa é algo que não posso ficar pensando. Tenho que fazer o meu papel para ter valor pelo que fizer nas partidas, sem levar qualquer tipo de peso - comentou a promessa cruzeirense sobre os valores da negociação. 

O próximo desafio do atacante nascido em São José do Rio Preto (SP), é a final da Copa do Brasil Sub-20. Nesta sexta-feira, no primeiro jogo da decisão contra o Palmeiras, às 19h15, no Allianz Parque, o paulista de 18 anos busca dar um passo importante para o que pode ser o título mais expressivo da trajetória na base mineira até aqui.

- O Palmeiras é um time muito bom e qualificado, mas nós somos também. Vamos em busca de um bom resultado fora de casa para na volta buscar o título. Não jogamos contra eles este ano, mas conhecemos bem. Sabemos das dificuldades, mas vamos lutar por este título.

Para chegar à finalíssima da competição, a equipe mineira superou o Flamengo na semifinal. Depois do empate em 1 a 1 na Arena do Calçado, em Nova Serrana (MG), o Cruzeiro goleou o Rubro-negro na volta por 4 a 1, no Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ). O segundo gol, o da virada azul, veio num contra-ataque que Popó iniciou e concluiu. Na comemoração, o jovem fez jus ao apelido - ganhando na infância pela semelhança com o homônimo do Boxe - e mostrou sua "guarda". O atacante falou sobre a novidade na comemoração:

Vinicius Popó
Popó comemora contra o Flamengo  "a la"...Popó
(Foto: Reprodução/Sportv)

- A homenagem foi para o Acelino Popó mesmo e espero, assim como ele fez no boxe, deixar essa marca no futebol. Agora vai ser minha marca registrada no futebol.

L: O Cruzeiro é um clube que prefere deixar o jogador amadurecer antes de lançá-lo com mais frequência no time principal. É raro ver um jogador de 18 anos fazendo jogos em sequência como titular da Raposa, como acontece em outros clubes. O que você acha dessa postura?

Vinícius Popó: É algo gradativo e de paciência. É um processo natural, um passo de cada vez e sou muito novo. Tenho que procurar observar a todos, evoluir, corrigir os erros e aprimorar o que tenho de bom. Muitos atletas já sobem achando que vão jogar e já estão em condições disso, mas o profissional é diferente. Eu vejo o quanto já melhorei e o quanto esse período me fez estar mais preparado, mesmo com poucos jogos, mas com os treinos diários. Tenho que fazer a minha parte que as oportunidades vão aparecer e estarei preparado para ajudar o Cruzeiro.

Você encontra uma concorrência forte no time “de cima”. Na sua posição, o Cruzeiro tem Raniel, Sassá, além do Fred. Pensa em ser aproveitado efetivamente já neste ano, no próximo semestre? Se não, quais os projetos para o futuro próximo? Cogita um empréstimo para pegar experiência?

A concorrência é forte, são grandes jogadores na posição, mas estou trabalhando para estar bem quando a chance chegar. É um passo de cada vez, evoluindo e em busca do melhor. Ainda estou novo, mas sei das minhas qualidades para estar no elenco principal, tanto que subi após a Copinha para fazer parte do grupo. O futuro ainda é muito cedo, quero fazer história no Cruzeiro, poder jogar este ano e construir meu nome no clube.

O possível título da Copa do Brasil Sub-20 aumentaria suas credenciais para lutar por uma vaga no time principal?

Ainda não sei sobre as oportunidades no profissional em caso de título aqui, mas estou dando o meu melhor para evoluir e estar bem sempre. Os treinamentos com o profissional têm me ajudado muito e mantenho o ritmo de jogo na base. É um processo natural, por ainda ser jovem e estar em começo de carreira. Tenho que estar preparado para agarrar a oportunidade quando ela aparecer.

Durante o Campeonato Mineiro, principalmente, você apareceu em alguns stories do “Rei” Fred, e todo o elenco brincava muito com você. Como é ser o mais jovem de um grupo tão experiente e vencedor, com nomes como Thiago Neves, Robinho, Rodriguinho e Fábio?

Fico feliz por todos terem me recebido bem, solto para conversar com o pessoal e à vontade no dia a dia. O Fred me ajudou dentro e fora de campo, com liberdade para interagir com o pessoal. O Léo também me ajudou muito, Lucas Silva e fico feliz por estar com eles e receber esse apoio no início. Eles já passaram por isso e podem transmitir experiência e conhecimentos. Espero ajudar da melhor forma e ganhar muitos títulos como eles, como já foi no Campeonato Mineiro.

Nos famosos “stories”, deu para notar um carinho especial do Fred por você. Como é a relação de vocês? Dentro de campo, quais as qualidades dele em que você mais se inspira?

É legal esse carinho dele por mim, me ajudando dentro e fora de campo. É muito experiente e ganhou títulos por onde passou, representando o Brasil em Copas do Mundo também e na Europa. Fico vendo ele para observar o que faz, fazendo parede, movimentação e é um cara que me inspiro muito, pelo jeito de jogar e como pessoa. Espero, assim como ele, fazer muitos gols como ele fez e ainda faz.

Atualmente, há uma pergunta inevitável para os jovens que despontam no Brasil: você tem o sonho de jogar na Europa? Se sim, qual o clube em que você mais se imagina jogando?

Todo jogador pensa em um dia estar na Europa, mas tem que ser passo a passo. Quero primeiro fazer muitos gols no Cruzeiro, clube que me ajudou desde criança e que tenho um enorme carinho. Quero fazer muitos gols e buscar títulos com essa camisa enorme. A gente sempre pensa nos grandes da Europa, mas não adiante pensar nisso sem antes fazer a minha parte aqui no Cruzeiro.

Você comentou em algumas oportunidades que seu ídolo no futebol e na posição de centroavante é o Luis Fabiano, ex-jogador do São Paulo e da Seleção Brasileira. De onde vem essa idolatria? Quando foi que você o escolheu como exemplo a ser seguido?

Via muitos jogos do São Paulo e me espelhava no Luis Fabiano. É um cara matador, que faz muito gol e por isso sou fã dele. Foi muito bem na Europa também e escreveu sua história na Seleção Brasileira.

O Brasil vive um momento muito ruim na seleções de base, com a sub-17 e a sub-20 muito mal nos últimos sul-americanos. Vocês, garotos da base, conversam entre si sobre o assunto? Aos 18 anos, como estão as expectativas para vestir a camisa da Seleção sub-20 do Brasil?

Realmente a fase não é boa, os resultados não foram bons, mas o Brasil é um celeiro de craques e isso logo vai passar. Cada um, apesar de muitos jovens, tem criado essa consciência. Representar o Brasil é algo muito grande e temos que nos preparar para isso. Quem estiver lá vai dar o seu melhor para reverter isso. Tenho este sonho sim, trabalho para isso e, quando chegar minha oportunidade, vou dar o meu melhor para honrar essa camisa como deve ser.
-----                                                   

A segunda partida entre Cruzeiro e Palmeiras, pela final da Copa do Brasil Sub-20, acontece na próxima quinta-feira (16), no Estádio Independência, em Belo Horizonte. O horário do jogo ainda não foi definido.