Corinthians x Guarani - Vítor Pereira

Aproveitamento de Vítor na Neo Química Arena é de 90% (Foto: Rodrigo Coca / Agência Corinthians)

Rafael Marson
12/05/2022
16:29
São Paulo (SP)

Vítor Pereira está prestes a completar três meses no comando do Corinthians, e ainda não sabe o que é perder na Neo Química Arena. Após a vitória por 2 a 0 sobre a Portuguesa-RJ pela Copa do Brasil, ficou ainda mais claro que o português não apenas entendeu, como já incorporou o "DNA alvinegro".

> GALERIA - Giuliano comanda vitória do Timão na Copa do Brasil; veja notas

Ao todo, o treinador e sua comissão técnica somam sete jogos na Arena, com seis vitórias e um empate. Nessas partidas, o clube alvinegro anotou 15 gols, e sofreu apenas um. Ainda, foram duas classificações diante da torcida.

JOGOS DE VÍTOR PEREIRA NA NEO QUÍMICA ARENA

Corinthians 5 x 0 Ponte Preta - Fase de Grupos Paulistão
Corinthians 1 (7) x (6) 1 Guarani - Quartas de final Paulistão
Corinthians 1 x 0 Deportivo Cali-COL - Fase de Grupos Libertadores
Corinthians 3 x 0 Avaí - Brasileirão
Corinthians 2 x 0 Boca Juniors-ARG - Fase de Grupos Libertadores
Corinthians 1 x 0 Fortaleza - Brasileirão
Corinthians 2 x Portuguesa-RJ - Jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil

Vítor não esteve à beira do gramado apenas no triunfo sobre o Boca Juniors, pois havia testado positivo para Covid-19 dias antes do duelo contra os argentinos. Nesta partida, Filipe Almeida, auxiliar de Vítor, foi quem assinou a súmula.

> TABELA - Confira e simule os jogos do Corinthians no Brasileirão

O treinador português compreendeu rapidamente o impacto positivo que a Fiel torcida pode causar nos jogadores. Mais uma vez durante sua coletiva, ele falou sobre como a apoio dos torcedores, que se esforçam para acompanhar o clube, está ajudando o elenco a superar as adversidades e lutar ainda mais dentro de campo.

- Quem nos transmite confiança é a torcida, não o contrário. Nos sentimos na obrigação. Na preleção, eu disse a eles: o clube vendeu 35 mil ingressos, numa quarta à noite, como que nós, contra um time da Série D, não correspondermos em termos de entrega? Às vezes em termos de qualidade não conseguimos. É entrega, é paixão, é respeito… Nunca podemos falhar nisso em relação à torcida. Digo isso para repetir fora de casa também. Essa mentalidade tem que fazer parte do nosso DNA. Empate não nos chega. O hábito de vencer tem que estar no DNA, isso também vai se construindo, essa mentalidade mais agressiva - comentou Vítor Pereira na coletiva após a vitória sobre a a Lusa carioca na Copa do Brasil.

Dos 17 jogos em que Vítor e sua comissão realizaram sob o comando do Corinthians, só 41% foram na Neo Química Arena, e o clube agora embarca para uma sequência de dois jogos longe de seus domínios.

Na sexta-feira, a delegação corintiana viaja para Porto Alegre, tendo em vista que sábado (14), às 19h, o Timão enfrenta o Internacional pela sexta rodada do Brasileirão.

Três dias depois, o Corinthians vai até Buenos Aires, onde encara o Boca Juniors na Bombonera, às 21h30 ( Brasília), pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores.