Corinthians x Santos - Gustagol

Gustagol marcou gol em primeira jogada de ataque (Foto: EDUARDO CARMIM PHOTO PREMIUM)

Marcio Porto
13/01/2019
20:50
São Paulo (SP)

Enfim, Gustagol justificou seu apelido com a camisa do Corinthians. No amistoso deste domingo contra o Santos, ele marcou o gol no empate por 1 a 1. Foi seu primeiro pelo clube que o contratou em 2016. E o jogador demonstrou gratidão ao comentar a retomada na carreira. Gratidão a Rogério Ceni, treinador do Fortaleza, pelo qual o centroavante marcou 30 gols no ano passado, sendo o artilheiro do país.

- Voltei do Fortaleza mais maduro, bem mais preparado. Tenho que agradecer muito ao Rogério Ceni, por tudo o que ele fez, me ajudou muito lá, hoje estou colhendo os frutos - afirmou Gustagol, citando o ídolo do São Paulo sem cerimônia. 

Gustagol agradeceu a Ceni em mais de uma oportunidade na conversa com os jornalistas. O ex-goleiro trabalhou muito com o atacante, de psicológico a posicionamento tático, fatores destacados pelo atacante. 

De volta ao clube e titular no primeiro teste da temporada, Gustagol sabe que terá uma grande concorrência pela frente, com a chegada do argentino Mauro Boselli, além de Roger e Jonathas. Mas mostra confiança para conquistar seu espaço. 

- Eu estou muito mais maduro, voltei mais maduro, e vou trabalhar muito para conquistar meu espaço. Não prometo 30 gols, mas muita entrega - afirmou. 

Gustagol ainda poderia ter saído da Arena mais exaltado. Também no primeiro tempo, logo depois do gol, ele recebeu outra bola de cabeça de André Luis e subiu alto, mas Vanderlei operou um milagre. O desempenho do camisa 19 foi destacado até pelos companheiros, como o zagueiro Pedro Henrique. O atacante tem contrato com o Timão até 31 de dezembro de 2020. 

- Ele voltou muito mais maduro, a gente comenta que evoluiu muito, vai nos ajudar muito - afirmou Pedro Henrique.