Comemoração - Corinthians x Palmeiras

GP, Róger Guedes e Willian são responsáveis pela maioria dos dribles (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Alexandre Guariglia
12/10/2021
07:00
São Paulo (SP)

Depois de ter uma de suas piores atuações recentes na derrota por 1 a 0 para o Sport, o Corinthians vai para partida contra o Fluminense com um reforço importantíssimo, que fez falta no último sábado. Trata-se de Willian, que voltará a jogar com Gabriel Pereira e Róger Guedes para formar um trio driblador que vinha dando muito trabalho para as zagas adversárias nos duelos anteriores.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Veja os 25 nomes do Brasileirão que mais valorizaram ao longo de 2021

Segundo dados do Footstats, nos quatro jogos em que estiveram juntos em campo, o Timão acertou 50 dribles, sendo que 34 deles foram de autoria de Gabriel Pereira (16), Róger Guedes (9) e Willian (9), ou seja, 68% do total foi devido à presença do trio. Em média, eles proporcionaram ao time 8,5 dribles, grande parte do índice de 12,5 que a equipe teve nesse recorte de confrontos.

O desempenho nos jogos contra América-MG, Palmeiras, Red Bull Bragantino e Bahia foi tão bom, que os números apresentados contra o Sport ficaram ainda piores. Na Arena Pernambuco, sem a presença de Willian, o Timão acertou somente seis dribles, ou seja, metade da média que vinha apresentando. Ao todo, foram 13 tentativas do Corinthians, com menos de 50% de acerto.

Além da falta do camisa 10, que tem trazido uma média de 2,25 dribles por jogo (9 dribles em 4 partidas), o próprio time esteve bem abaixo e a estatística de dribles mostra bem a diferença para os duelos anteriores. Róger Guedes, por exemplo, tentou driblar seis vezes e acertou apenas uma. Gabriel Pereira tentou quatro e acertou dois. Mosquito tentou dois e acertou ambos.

No Brasileirão, aliás, é o Corinthians que lidera a estatística de dribles. Foram 213 certos em 25 partidas até o momento, o que gera uma média de 8,52 por jogo, menor do que os 12,5 que o trio vinha proporcionando nos quatro confrontos antes de pegar o Sport. Para se ter noção do poder de drible que a equipe encontrou com essa formação leve e habilidosa entre os atacantes.

Com o retorno de Willian, recuperado de desconforto muscular, a expectativa é de que os três voltem a jogar juntos no setor ofensivo, e isso aumente a possibilidade de a equipe "quebrar linhas" e romper a marcação do adversário, que no caso será o Fluminense. O duelo será importante para o Timão dar uma resposta imediata após a atuação irreconhecível que teve diante do Leão.

Na tarde desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, Sylvinho comanda o último treino antes de enfrentar o Flu, na Neo Química Arena, nesta quarta, às 21h, pela 26ª rodada do Brasileirão-2021. O Corinthians está em sexto na tabela.

Dribles do Corinthians com Róger Guedes, Gabriel Pereira e Willian no ataque:
4 jogos
50 dribles certos - 12,5 por partida em média
​34 dribles do trio (68%)

Dribles do Corinthians contra o Sport
6 dribles certos
7 dribles errados

Dribles do Corinthians no Brasileirão
25 jogos
213 dribles certos
8,52 dribles certos por jogo (1º no geral)