Paulo Victor - Botafogo

Paulo Victor foi um dos principais jogadores do Botafogo nesta temporada (Foto: Vítor Silva/Botafogo)

João Alexandre Borges
19/07/2021
06:00
Rio de Janeiro (RJ)

Depois de se destacar pelo Botafogo, Paulo Victor foi anunciado como novo reforço do Internacional no dia 25 de junho. Mesmo há quase um mês fora de General Severiano, o jogador ainda é o melhor lateral do Alvinegro no setor defensivo - pelo menos, é o que dizem os números. Na Série B, PV ainda é o líder do time em interceptações e o terceiro com mais desarmes - ele está, inclusive, à frente de todos os laterais do Glorioso nestes quesitos.

> ATUAÇÕES: Rafael Carioca e Warley recebem as piores notas do Botafogo

Segundo o site "FootStats", ao lado do zagueiro Gilvan, PV é o líder do Botafogo em interceptações na Série B. Em seis jogos com a camisa alvinegra na competição, o jovem jogador conseguiu seis. Na sequência, aparecem o volante Luís Oyama, o lateral-esquerdo Guilherme Santos e o meia Chay, todos com cinco interceptações. O lateral-direito Daniel Borges vem depois, com quatro.

Ainda vale ressaltar que deste espaço amostral, PV é o que tem menos jogos pelo Botafogo na Série B. Daniel Borges tem 11, Gilvan e Chay, dez e Luís Oyama e Guilherme Santos, oito.

> Veja a tabela da Série B

Ainda segundo o site FootStats, empatado com Rafael Navarro, Paulo Victor é o terceiro jogador do Botafogo com mais desarmes na Série B, com dez. Na frente, estão Marco Antônio e Gilvan, com 13 e Luís Oyama lidera o quesito, com 14. Os laterais Guilherme Santos e Daniel Borges tem nove desarmes até aqui. Ainda vale a mesma ressalva que de todos os nomes citados neste parágrafo, PV é o que teve menos partidas com a camisa do Alvinegro.   

Inicialmente, após a perda de PV, parecia que o Botafogo não iria ao mercado em busca de laterais. Pelo menos foi o que afirmou o até então técnico Marcelo Chamusca, após a derrota para o Sampaio Corrêa, em partida válida pela sétima rodada da Série B.

- Foi o primeiro jogo que o Guilherme fez como lateral-esquerdo (comigo) e a gente tem boas opções na posição. A ideia é adaptar. O Paulo Victor estava muito bem encaixado na mecânica da equipe e, quando você troca, requer um tempo para isso voltar. Tenho certeza que o Guilherme vai nos propor mais qualidade nos próximos jogos - afirmou Chamusca, que ainda completou. 

- Não gosto de ficar lamentando, quero falar dos atletas que tenho na posição. Temos o Rafael Carioca, Hugo (do sub-20), que é uma opção. O trabalho do treinador é adaptar o mais rápido possível. A contratação de um lateral não é um planejamento nosso, não - disse à época.

No entanto, essa não deve ser a direção que a diretoria do clube tomará para o futuro. O Alvinegro já abriu negociações para repatriar o lateral-esquerdo Jonathan, do Almería, da Espanha, que tem passagens pelas categorias de base e pelo time profissional do Botafogo.

O fato é: depois da saída de PV, o Botafogo ainda não teve um jogador a altura para substituí-lo. Guilherme Santos e Rafael Carioca não conseguiram se firmar na posição e o jovem Hugo recebeu oportunidades apenas no começo do ano. Independentemente de quem conquistar a lateral-esquerda, o Alvinegro volta a campo no próximo sábado, às 19h, contra o Goiás, no Estádio Nilton Santos, em partida válida pela 13ª rodada da Série B.

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

VEJA OS NÚMEROS DE CADA LATERAL DO BOTAFOGO NA SÉRIE B

Paulo Victor: cinco jogos/ dez desarmes certos/ seis interceptações

Guilherme Santos: oito jogos/ nove desarmes certos/ cinco interceptações

Rafael Carioca: cinco jogos/ cinco desarmes certos/ duas interceptações

Daniel Borges: 11 jogos/ nove desarmes/ quatro interceptações

Warley: nove jogos/ sete desarmes/ três interceptações

*Jonathan está lesionado e ainda não estrou na competição 

** Todos os dados desta matéria foram retirados do site "FootStats"