O gol de Vargas contra o Patrocinense foi o de número 150 na carreira do chileno

O gol de Vargas contra o Patrocinense foi o de número 150 na carreira do chileno-(Pedro Souza/Atlético-MG)

Valinor Conteúdo
14/03/2021
15:55
Belo Horizonte

O atacante chileno Eduardo Vargas chegou aos 150 gols na carreira. Retornando de forma antecipada após um período de férias dado ao elenco principal, o atleta foi responsável pelo segundo gol da equipe na vitória por 3 a 1 sobre a Patrocinense. No lance, o camisa 10 arrancou em velocidade, invadiu a área e chutou forte cruzado sem chances de defesa para o goleiro Thiago Passos.

A volta antecipada das férias foi uma autocobrança do jogador, que não ficou satisfeito com o seu desempenho na temporada passada e queria estar em melhor forma este ano.

-Eu peguei só cinco dias de férias, porque eu quero melhorar. Quando cheguei aqui, joguei, mas não me senti muito feliz por meus jogos. Por isso voltei mais cedo, para treinar, trabalhar e começar de novo. Feliz pelo gol e pelo time ter vencido. Vamos seguir - disse Eduardo Vargas.

Vargas possui um carreira extensa e vitoriosa tanto nos clubes quanto na Seleção Chilena. Pelo esquadrão nacional, o jogador disputou 93 partidas e marcou 38 gols, tendo ainda no currículo as conquistas da Copa América em 2015 e 2016. Nos clubes, o melhor momento foi no Tigres onde balançou as redes 42 vezes e se tornou ídolo do torcedor mexicano principalmente pelas conquistas dos três títulos nacionais onde foi peça fundamental da equipe de Tuca Ferreti.

Dos 150 gols marcados na carreira, 11 foram pelo Cobreloa-CHI entre os anos de 2007 até 2009. Na Universidad de Chile foram 33 bolas na rede e três títulos conquistados entre 2010 e 2011. Após esse início avassalador, foi vendido ao Napoli onde marcou três gols e emprestado ao Grêmio na temporada de 2013, onde atuou 37 jogos e mandou 9 bolas para a rede. Somando as passagens por Valencia-ESP, QPR-ING e Hoffenheim-ALE, foram mais 11 para conta do chileno. Pelo Tigres, clube onde se tornou ídolo, foram 42 gols. Pela Seleção Chilena são 38 tentos e agora pelo Galo são 17 jogos e três bolas na rede.