icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
05/07/2013
15:04

Neste sábado, às 21h, no Canindé, diante da Portuguesa, o volante Souza faz a sua primeira partida oficial com a camiseta do Cruzeiro. No jogo, válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, o meio-campista espera utilizar a sua qualidade na bola parada para ajudar a equipe a sair com um resultado positivo.

No amistoso diante do Fort Lauderdale Strikers (EUA), vencido por 4 a 0 pela Raposa, Souza foi o autor de uma das assistências. Neste fim de semana, ele deseja repetir o feito.

- Temos que explorar as bolas paradas, porque as dimensões do gramado são menores e a velocidade da bola fica rápida e fica mais complicado para o goleiro adversário. Fui muito bem no Náutico no ano passado em relação à bola parada. Estou começando com o pé direito, tive a felicidade de bater o escanteio para o Bruno Rodrigo fazer o gol e espero dar muitas alegrias para a torcida do Cruzeiro - disse.

E MAIS:
> Com tratativa emperrada, Martinuccio não enfrenta a Portuguesa
> Marcelo Oliveira confirma Vinícius Araújo: 'Está com o olho brilhando'

O volante avaliou também a concorrência por uma vaga no meio de campo e destacou o fato de ser titular no setor.

- É uma função que é bastante concorrida aqui no Cruzeiro, estou tendo a felicidade de começar esse jogo contra a Portuguesa no Canindé e espero que eu possa estar no meu máximo para ajudar o Cruzeiro. Agora é a hora de colocar em prática o que a gente treinou nos Estados Unidos - concluiu.

Neste sábado, às 21h, no Canindé, diante da Portuguesa, o volante Souza faz a sua primeira partida oficial com a camiseta do Cruzeiro. No jogo, válido pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, o meio-campista espera utilizar a sua qualidade na bola parada para ajudar a equipe a sair com um resultado positivo.

No amistoso diante do Fort Lauderdale Strikers (EUA), vencido por 4 a 0 pela Raposa, Souza foi o autor de uma das assistências. Neste fim de semana, ele deseja repetir o feito.

- Temos que explorar as bolas paradas, porque as dimensões do gramado são menores e a velocidade da bola fica rápida e fica mais complicado para o goleiro adversário. Fui muito bem no Náutico no ano passado em relação à bola parada. Estou começando com o pé direito, tive a felicidade de bater o escanteio para o Bruno Rodrigo fazer o gol e espero dar muitas alegrias para a torcida do Cruzeiro - disse.

E MAIS:
> Com tratativa emperrada, Martinuccio não enfrenta a Portuguesa
> Marcelo Oliveira confirma Vinícius Araújo: 'Está com o olho brilhando'

O volante avaliou também a concorrência por uma vaga no meio de campo e destacou o fato de ser titular no setor.

- É uma função que é bastante concorrida aqui no Cruzeiro, estou tendo a felicidade de começar esse jogo contra a Portuguesa no Canindé e espero que eu possa estar no meu máximo para ajudar o Cruzeiro. Agora é a hora de colocar em prática o que a gente treinou nos Estados Unidos - concluiu.