icons.title signature.placeholder RADAR/LANCEPRESS!
12/02/2015
13:28

A vitória sobre o Guaraní de Divinópolis trouxe a tranquilidade total de volta ao Cruzeiro. Após a partida, o técnico Marcelo Oliveira fez questão de encerrar qualquer tipo de indício de uma possível crise com o presidente celeste Gilvan de Pinho Tavares.

- A minha relação com o presidente é excepcional. Temos um convívio leal, tranquilo e de diálogo quase que diário. Em alguns momentos as partes fazem colocações contrárias. Não reinvindiquei nada, apenas falei em um momento sobre um tema. Mas são situações controláveis. Sou muito grato ao Gilvan e estamos alinhados em seguir em frente e fazer o Cruzeiro cada vez mais forte - afirmou.

Sobre a atuação da equipe celeste no jogo da última quarta-feira, Marcelo Oliveira elogiou a postura do time. No entanto, lembrou que ainda existem situações que precisam ser ajustadas.

- O Cruzeiro foi brigador, competitivo, que estava organizado e utilizou bem a sua velocidade. Não fizemos os gols no primeiro tempo, mas tivemos calma. Tive problemas de lesão que acabaram me impedindo de realizar uma ou outra mudança tática - analisou.

O Cruzeiro agora terá pouco mais de uma semana sem jogos. O próximo compromisso da Raposa será no Campeonato Mineiro, no dia 21, contra o Boa, no Mineirão. Será o último compromisso antes da estreia na Libertadores, contra o Universitário, na Bolívia.