icons.title signature.placeholder Bruno Andrade, Eduardo Mendes e Igor Siqueira
16/04/2014
11:11

Rompido com a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) ao lado de Vasco e Fluminense, o Flamengo irá procurar um diálogo com a entidade em prol do futebol carioca. Esse foi o discurso do presidente rubro-negro, Eduardo Bandeira de Mello, ao chegar para a eleição na CBF, nesta quarta-feira, na Barra da Tijuca.

- Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo são rivais apenas dentro de campo. O que for de interesse em comum e bom para o futebol carioca fora de campo precisa ser debatido. Temos de buscar o diálogo em todos os sentidos. Colocamos uma nota educada e objetiva e buscamos o melhor para o futebol do estado. O presidente (Rubens Lopes Filho) propôs um seminário e vamos discutir - contou o dirigente, que chegou à sede da CBF pouco depois que Rubens Lopes, presidente da Ferj, havia entrado para votar.

Enquanto busca se reaproximar da Ferj, o Flamengo volta a reiterar o apoio à CBF e à chapa composta por Marco Paulo Del Nero e José Maria Marin.

- Temos um bom diálogo com a CBF e acho que tem de continuar. Nosso primeiro contato foi em 2013, ano em que assumimos o Flamengo, e desde e então mantemos essa boa relação produtiva - disse Bandeira de Mello.

A eleição na CBF acontece durante esta quarta-feira na sede da entidade, na Barra da Tijuca, e Marco Polo Del Nero será eleito o sucessor de José Maria Marin.