icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
10/11/2013
21:32

Maracanã cheio, torcida fazendo festa e time motivado... O Vasco tinha tudo para ganhar e sair da zona de rebaixamento por conta própria, mas só ficou no empate em 2 a 2 com o Santos, e saiu do Z4 beneficiado com a derrota do Fluminense para o Corinthians. Com o empate, o cruz-maltino chegou a 37 pontos e subiu para a 16ª colocação. Já o Santos ficou na nona colocação, com 45 pontos.

Na próxima quarta-feira, às 19h30, o Vasco tem mais um complicado compromisso para tentar se afastar da zona de rebaixamento. O cruz-maltino visita o Grêmio, em Porto Alegre. Já o Santos recebe o Bahia, na próxima quinta-feira, às 19h30, na Vila Belmiro.

O Vasco começou o jogo tentando pressionar o Santos, mas, logo aos sete minutos, o time cruz-maltino teve um importante baixa: ao cobrar uma falta na linha de fundo, o meia Juninho sentiu muitas dores na coxa direita e teve que ser substituído. O Vasco tentou manter o ritmo, mas não criava muitas chances de gol e viu o Santos começar a sair mais para o jogo.

E, aos 23 minutos, veio o segundo golpe para esfriar um pouco os âninos da torcida vascaína. O lateral-direito Bruno Peres avançou pelo meio, passou por Yotún, viu o goleiro Alessandro adiantado e chutou no ângulo, abrindo o placar para o time santista. Logo em seguida, aos 26, o Santos ampliou, após cobrança de falta de Montillo, pelo lado esquerdo, Gustavo Henrique apareceu livre e desviou de cabeça para o gol.

Dois minutos depois, o Vasco chegou ao primeiro gol. Edmilson chutou da entrada da área, a bola desviou em Edu Dracena e encobriu o goleiro Aranha. Até o final do primeiro tempo, o jogo seguiu equilibrado, com o Santos tendo as melhores chances, inclusive com Motillo obrigando Alessandro a fazer grande defesa.

No começo do segundo tempo, os goleiros mostraram serviço. Primeiro, aos 13 minutos, após bela jogada, Marlone finalizou no ângulo, mas Aranha se esticou todo e colocou para escanteio. Três minutos depois, foi a vez de Alessandro fazer uma boa defesa. Após falha de Yotún e Jomar, a bola sobrou para Montillo, que chutou forte, mas o goleiro mostrou reflexo e espalmou para a linha de fundo.

Mesmo desorganizado, o Vasco tentava pressionar, mas o Santos era mais perigoso nos contra-ataques. Aos 26 minutos, uma substituição que era muito esperada pela torcida cruz-maltina: Bernardo, que não jogava desde abril por conta de uma lesão no joelho esquerdo, entrou no lugar de John Cley, que não teve boa atuação. E, aos 32, o Vasco chegou ao empate com o contestado André, após passe de Edmilson.

FICHA TÉCNICA:
VASCO 2 x 2 SANTOS

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Dara-Hora: 10/11/2013- 19h30, de Brasília
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (FIFA-GO)
Auxiliares: Marrubson Melo Freitas (DF) e Rafael da Silva Alves (RS)

Público/Renda: 50.421 pagantes e 57.576 presentes/R$ 767.190,00

Cartões amarelos: William José e Geuvânio (SAN); Yotún (VAS)
Gols: Bruno Peres, 23'/1ºT (0-1), Gustavo Henrique, 26'/1ºT (0-2), Edmilson, 28'/1ºT (2-1), André, 32'/2ºT

VASCO: Alessandro; Fagner, Jomar, Cris e Yotún; Abuda, Pedro Ken, Juninho (John Cley - 8'/1ºT, Bernardo - 26'/2ºT) e Marlone; Reginaldo (André - 22'/1ºT) e Edmilson. Técnico: Adilson Batista

SANTOS: Aranha; Bruno Peres, Edu Dracena, Gustavo Henrique e Mena; Arouca, Alison, Montillo e Cícero; Geuvânio e Willian José (Alan Santos - 30'/2ºT). Técnico: Claudinei Oliveira