icons.title signature.placeholder Daniel Guimarães
21/04/2014
12:02

O meia Carlos Alberto, que defendeu o Vasco em duas passagens, entre 2009 e 2013, e deixou o Gigante da Colina em agosto do ano passado, entrou com uma ação na Justiça do Trabalho há alguns dias para cobrar uma dívida de aproximadamente R$ 2 milhões do clube. O Cruz-Maltino fez um acordo de parcelamento do débito com o atleta, mas não cumpriu. Segundo apurou o LANCE!Net, neste valor estariam incluídos salários, parcelas de luvas e direito de imagens.

A ação de Carlos Alberto, que foi para o Goiás, está sendo conduzida através da advogada Luciana Lopes, que defendeu o jogador durante o caso de doping, no início do ano passado, e vinha prestando serviços para o Cruz-Maltino com frequência. Ela se desligou do clube recentemente.

O caso não é o primeiro em São Januário neste ano. Durante a pré-temporada, o volante Wendel, que está no Sport, entrou na Justiça para cobrar uma dívida superior a R$ 2 milhões. Dirigentes do Vasco e representantes do jogador estão em negociações para a realização de um acordo.

Sobre a situação de Carlos Alberto, o departamento jurídico do Vasco alega que o clube não recebeu nenhum tipo de notificação da Justiça até o momento.