icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
11/04/2014
10:52

O sorteio das semifinais da Liga dos Campeões da Europa colocou o Atlético de Madrid novamente frente a frente com o Chelsea. O embate repete o decisão da Supercopa da Europa de 2012, jogo que traz ótimas lembranças ao time espanhol.

Diante de um Chelsea mais badalado, por ser o então detentor do título mais cobiçado da Europa, os Colchoneros não se intimidaram e sapecaram um sonoro 4 a 1, com um show do Falcao Garcia - ele marcou três vezes.

Em relação àquele jogo, quase todo o time do Altético estará de novo em campo nas semifinais da Liga dos Campeões. Uma das exceções é o próprio Falcao, cuja posição foi herdada por Diego Costa.

No mais, o setor defensivo é o mesmo, inclusive com o goleiro Courtois e os brasileiros Miranda e Filipe Luís. Por falar neles, o zagueiro foi quem completou a farra no placar sobre os Blues.

Em relação ao Chelsea, a equipe também é quase a mesma. Mas a diferença está no banco de reservas, preocupação a mais para Simeone e Cia. Na época, o comandante era Roberto Di Matteo. Hoje, a função é de ninguém menos que José Mourinho.

Se naquele jogo a vitória do Atlético foi surpresa, o mesmo não acontecerá em caso de classificação no duelo atual. O momento espanhol é fenomenal e o time chega credenciado por tirar o Barcelona da disputa.