icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
icons.title signature.placeholder LANCEPRESS!
20/08/2015
21:30

A torcida do Fluminense não sentiu falta de Diego Cavalieri na vitória contra o Paysandu, por 2 a 1. Júlio César, seu reserva imediato, foi um dos melhores em campo, com no mínimo três defesas difíceis. Após a vitória, Júlio fez questão de destacar a força do elenco tricolor. Renato e Magno Alves, por exemplo, saíram do banco e garantiram a vitória.

- Foi um jogo difícil, complicado. O Paysandu é uma equipe forte, que nos trouxe problemas. Mesmo com as dificuldades, saídas de Ronaldinho e Fred, quem entrou mostrou seu valor e comprovou que o nosso grupo é forte - destacou o arqueiro.

Este foi somente o segundo jogo do goleiro tricolor na temporada. Segundo o jogador, o pouco tempo em campo dificulta por conta da falta de ritmo de jogo.

- Muito tempo sem estar em atividade é complicado. A velocidade do jogo acaba sendo diferente do que a dos treinamentos. Mas fomos bem e saímos vitoriosos - ressaltou.

O Fluminense agora volta a campo no próximo domingo, pelo Campeonato Brasileiro, quando visita o penúltimo colocado Joinville, em Santa Catarina, pela primeira rodada do returno. Com uma lombalgia, o goleiro titular Diego Cavalieri não tem previsão de volta aos gramados.


A torcida do Fluminense não sentiu falta de Diego Cavalieri na vitória contra o Paysandu, por 2 a 1. Júlio César, seu reserva imediato, foi um dos melhores em campo, com no mínimo três defesas difíceis. Após a vitória, Júlio fez questão de destacar a força do elenco tricolor. Renato e Magno Alves, por exemplo, saíram do banco e garantiram a vitória.

- Foi um jogo difícil, complicado. O Paysandu é uma equipe forte, que nos trouxe problemas. Mesmo com as dificuldades, saídas de Ronaldinho e Fred, quem entrou mostrou seu valor e comprovou que o nosso grupo é forte - destacou o arqueiro.

Este foi somente o segundo jogo do goleiro tricolor na temporada. Segundo o jogador, o pouco tempo em campo dificulta por conta da falta de ritmo de jogo.

- Muito tempo sem estar em atividade é complicado. A velocidade do jogo acaba sendo diferente do que a dos treinamentos. Mas fomos bem e saímos vitoriosos - ressaltou.

O Fluminense agora volta a campo no próximo domingo, pelo Campeonato Brasileiro, quando visita o penúltimo colocado Joinville, em Santa Catarina, pela primeira rodada do returno. Com uma lombalgia, o goleiro titular Diego Cavalieri não tem previsão de volta aos gramados.