Messi - Argentina x Panamá

Messi tem três gols na Copa América Centenário (Foto: Omar Torres/AFP)

LANCE!
17/06/2016
13:17
Boston (EUA)

Neste sábado, a Argentina enfrenta a Venezuela pelas quartas de final da Copa América Centenário. Os Hermanos devem ter Lionel Messi pela primeira vez como titular no torneio. Em entrevista ao jornal "Olé", o jogador espera que o treinador Tata Martino opte por escalá-lo desde o início.

- Desde que sofri a lesão com Honduras tínhamos um planejamento com os médicos e a comissão técnica para fazer tratamento e chegar bem nessa fase. E por sorte isso está acontecendo e estou me sentindo cada vez melhor. Praticamente não sinto mais dor. Também me sinto bem fisicamente, então está tudo como esperávamos. Agora vamos ver se o Tata me põe para jogar os 90 minutos.

Messi sofreu lesão na região lombar no amistoso contra Honduras e foi desfalque diante do Chile. Ele entrou no segundo tempo diante do Panamá (marcou três gols) e Bolívia. Nesta sexta-feira, o técnico argentino deve confirmar a escalação do camisa 10 durante entrevista coletiva. O jogador elogiou a Venezuela e disse que o adversário deve ser respeitado.

- Se eles chegaram até as quartas de final é por mérito próprio. Ninguém deu de presente. A princípio, parece melhor que não estejam Brasil, Uruguai e Paraguai, é claro. Mas se a Venezuela está aqui é porque merece.

Argentina x Bolívia
Argentina conseguiu três vitórias em três jogos até aqui (Foto: AFP)

A Argentina conseguiu três vitórias em três partidas na fase de grupos. Apesar da boa primeira fase, Messi fez questão de citar que um 'novo torneio' começa a partir das quartas de final.

- O balanço da fase de grupos é muito bom. À medida que avançamos, vamos crescendo. Agora teremos um rival duro, que está nas quartas porque ganhou, vem de um grupo bem complicado, com rivais importantes como México, Uruguai e Jamaica.

A Argentina não conquista um título desde 1993, quando faturou a Copa América. No ano passado, pela competição continental, ficou com o vice ao perder a final para o Chile. Em 2014, também perdeu na decisão, desta vez para a Alemanha na Copa do Mundo.