Atlético-MG x Atlético-PR

Robinho fez o gol da vitória do Galo  (Foto: Dudu Macedo/Fotoarena/Lancepress!)

RADAR/LANCE!
21/08/2016
13:01
Belo Horizonte (MG)

O futebol do Atlético-MG, na manhã deste domingo (21), não foi dos mais empolgantes, mas o resultado não decepcionou a torcida que compareceu ao estádio Independência. A vitória sobre o Atlético-PR, por 1 a 0, com gol de Robinho em cobrança de pênalti, manteve a equipe de Marcelo Oliveira no grupo dos quatro primeiros colocados.

Com o resultado obtido na capital mineira, o Galo chega a 38 pontos e ocupa momentaneamente a vice-liderança do Campeonato Brasileiro. Para ratificar a posição ao término da 21ª rodada, é necessário que o Santos tropece diante do Coritiba, no estádio Couto Pereira, ainda neste domingo.

O Furacão, por sua vez, sofre o terceiro revés consecutivo na atual edição do torneio nacional e permanece com 30 pontos, na sétima colocação. O grande problema é que a má fase deixa a equipe de Paulo Autuori mais distante do G-4. Hoje, o time está a dois triunfos do Santos, quarto colocado.

O Atlético-MG começou em cima do adversário. Lucas Pratto e Maicosuel, no entanto, tiveram uma atuação apagada e desperdiçaram as chances criadas pela dupla formada por Carlos e Robinho. O visitante, por outro lado, optou por lances de contragolpe e chegou com frequência à meta de Victor. Os vacilos de Ronaldo exigiram que o goleiro permanecesse bastante atento.

O gol que determinou a vitória do mandante no confronto foi criado pela dupla ofensiva que se destacou. Carlos fez ótima jogada individual pelo lado de campo, foi derrubado por Thiago Heleno na área e o árbitro Bráulio da Silva Machado assinalou pênalti. Na cobrança, Robinho balançou a rede de Santos e assegurou o triunfo.

O visitante ainda pediu um pênalti em lance protagonizado por André Lima. Paulo Autuori questionou o trio de arbitragem catarinense durante o intervalo. E no segundo tempo o panorama da partida foi alterado. O Furacão passou a criar com mais frequência, enquanto o dono da casa se fechou para sair no contragolpe.

André Lima, Marcos Guilherme e Lucas Fernandes tiveram ótimas chances de marcar, mas pararam nas mãos de Victor. As saídas de Carlos e Robinho o para as entradas de Rómulo Otero e Clayton deixaram o Galo mais lento. A falta de dinamismo fez com que o time recuasse e Victor se tornasse o nome da partida, com ótimas defesas.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-MG 1 X 0 ATLÉTICO-PR

Local
: estádio Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data-hora: 20/8/2016 (domingo) – às 11h (de Brasília)
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Neuza Inês Back e Alex dos Santos (ambos SC)
Público/Renda: 17.503 pagantes / R$ 836.175,00

Cartões amarelos: Thiago Heleno, Sidcley (Atlético-PR)

Gol: Robinho – 39’/1ºT (1-0)

ATLÉTICO-MG: Victor, Marcos Rocha, Leonardo Silva, Ronaldo e Fábio Santos; Leandro Donizete, Lucas Cândido, Maicosuel (Yago – 27’/2ºT) e Robinho (Clayton – 27’/2ºT); Carlos (Rómulo Otero – 16’/2ºT) e Lucas Pratto. Técnico: Marcelo Oliveira.

ATLÉTICO-PR: Santos; Rafael Galhardo (Juninho – 24’/2ºT), Wanderson, Thiago Heleno e Sidcley; Marcão, Renan Paulino, Matheus Rossetto (Luciano Cabral – 28’/2ºT) e Marcos Guilherme; Lucas Fernandes e André Lima. Técnico: Paulo Autuori.