Webinar com Pitter Rodriguez

'A evolução digital foi acelerada pela pandemia', diz head do Facebook e do Instagram (Reprodução)

LANCE!
25/08/2020
20:56
Rio de Janeiro (RJ)

A organização para fazer parte da cobertura dos Jogos Olímpicos de 2021 é vista como um cenário desafiador por Pitter Rodríguez. Em webinar promovida pela Academia LANCE! nesta terça-feira, o head de parcerias esportivas no Facebook e Instagram no Brasil apontou que os efeitos causados pela pandemia do novo coronavírus ainda são muito imprecisos.

- Eu já tinha falado lá atrás, quando faltava um ano, que tinha pouca coisa desenvolvida, estávamos atrasados. Infelizmente a gente teve este momento, os Jogos foram adiados e temos a oportunidade de discutir tudo aquilo que se pode fazer. Porém, teremos uma aceleração digital neste caminho e precisaremos debater novas coisas - e, em seguida destacou:

- Ainda procuramos entender quais serão os cenários para os Jogos Olímpicos do ano que vem. Não sabemos se os eventos serão com público, sem público, se todas as modalidades estarão lá... - complementou.

No evento, que teve as participações de Daniel Bortoletto, gestor de parcerias do LANCE! e editor-chefe do Web Vôlei, e Pedro Trengrouse, advogado e coordenador acadêmico do programa FGV/FIFA/CIES em Gestão de Esporte, Pitter disse que há fatores que não mudaram.

- O interesse não diminuiu. Falávamos anteriormente já no nosso plano estratégico sobre Olimpíada quanto à transformação de 2016 para 2020. Houve um aumento de pessoas que passaram a consumir conteúdo de vídeo em banda larga dentro de uma plataforma. Imagine nos dias atuais, em um mundo acelerado pela pandemia - declarou. 

O executivo também detalhou como têm sido as conversas.

- Será a maior Olimpíada em termos de engajamento digital. Estamos conversando com parceiros sobre cobertura olímpica sobre engajamento, que tipo de conteúdo podemos criar com atletas, com o COB, como podemos usar os atletas para construir uma rota para o momento que os Jogos acontecerem no ano que vem. O espaço é um que a gente tem que fazer muito mais, precisa, como tem se proposto a fazer este suporte na aceleração dos clubes, precisamos fazer isso com os esportes olímpicos. Temos um caminho a percorrer com os grandes esportes olímpicos do Brasil. Imagine com os que também precisam crescer! - e foi categórico:

- A grande beleza das plataformas digitais é de ser um serviço automático. Uma confederação pode criar um evento ao vivo. Podemos acelerar este crescimento digital com as confederações - completou.

Sobre o webinar

A Academia LANCE! ministrará uma série de webinars com convidados importantes para debater assuntos atuais envolvendo esporte, marketing, finanças e negócios. Confira a agenda dos próximos seminários:

01/09 - Guilherme Ribenboim, vice-presidente global de operações do Twitter
08/09 - Fernando Manuel Pinto - Diretor de direitos esportivos da Globo