Tania Paris Mulheres Online H2 Clube Online

(Credito: Divulgação/Reprodução)

LANCE!
06/09/2020
12:18
São Paulo (SP)

Tania Paris, com o nick “KiwiNZ”, foi a grande campeã do Home Game para Mulheres, realizado recentemente pela Liga Online H2 Brasil em evento disputado na plataforma do UPoker. Para chegar ao título, ela precisou superar um field de 29 ações, e conquistou R$ 287. Na segunda posição, “Iri18.” ficou com R$ 172, enquanto “DriPoker77”, em terceiro, faturou R$ 114.

Em entrevista ao SuperPoker, a campeã contou detalhes sobre seu começo no mundo do pôquer.

- A família do meu pai gostava muito de jogar 5-card draw (versão antiga do pôquer, aquela tradicional de cinco cartas fechadas, comum nos filmes de faroeste) . E jogavam ao menos uma vez por mês em casa, quando eu era adolescente. Então, assim que me foi permitido, aprendi e jogava por lazer sempre que podia - explicou Tania Paris.

- Comecei a jogar mais frequentemente há uns seis anos, como diversão, no Rock Poker de Santo André. O ambiente de lá é muito saudável, me senti acolhida e apoiada e, assim, consegui me desenvolver - completou ela, antes de falar sobre as campanhas de destaque ao longo da carreira.

- Saí com um segundo lugar de um Ladies Event. Depois vieram o segundo do CPH (Circuito Paulista de Pôquer) e do WSOP, no qual ganhei um buy-in para o Main Event de Punta Del Este. Caí com KK, mas peguei um segundo lugar num evento paralelo - falou Paris.

- Aliás, me ‘especializei’ em segundo lugar. Nunca venci um Ladies, nem algum torneio significativo. Em compensação, peguei segundo lugar no torneio do Waitangi Day, o maior da Nova Zelândia; ganhei um no Bellagio, em Las Vegas, outro em Montreal, e um em Saint Marteen, mas não eram daqueles grandes que dão orgulho. 

Sobre sua relação atual com o pôquer, Tania Paris confessou que o esporte é um grande hobby.

- Sou recreativa e minha motivação maior é desestressar. Por isso é que muitas vezes encerrei heads-up com um all in desajeitado. Mas, de vez em quando, jogo sério. Minha paixão é jogar no exterior. Fujo completamente do estereótipo de um jogador profissional, pois sou mulher e não jovem, o que faz com que eu seja sempre subestimada – e adoro essa sensação, principalmente quando precede eu puxar um pote recheado - revela. 

A campeã ainda externou sua saudade do pôquer ao vivo.

- A pandemia do Covid-19 me levou para as mesas online. Mas que falta da adrenalina dos salões! - pontuou.

Além do Mulheres Online, a Liga Online H2 Brasil também realiza o circuito Freezeout para Mulheres. Para participar, as competidoras devem possuir um ID na Liga. Aquelas que ainda não possuem conta deverão realizar o cadastro. Para se inscrever nos torneios, devem mandar uma mensagem para Luana Alves, Gerente de Marketing do H2 Club, pelo WhatsApp (11) 94104-2888.  As competidoras da Liga Online H2 Brasil possuem um grupo de WhatsApp para falar sobre pôquer, trocarem experiências e se divertirem, até mesmo em momentos em que não estejam jogando.