Ônibus - PanLima

Falta de pagamento causou greve dos motoristas de ônibus, em Lima. (Foto: Mercedes-Benz/Divulgação)

Marcelo Laguna, Especial para o LANCE!
09/08/2019
15:53
Lima (PER)

A três dias para seu encerramento, os organizadores dos Jogos Pan-Americanos de Lima tiveram que resolver um belo problema na manhã desta sexta-feira. Uma greve dos motoristas paralisou o serviço de transporte dos jornalistas a partir do Centro de Imprensa principal, localizado no distrito de San Luis.

O atraso no pagamento dos salários dos motoristas foi o motivo da paralisação.
Segundo os organizadores dos Jogos, foi feito um acordo a respeito do pagamento e o serviço já está sendo normalizado. Mas ainda não há previsão de quando ele estará funcionando plenamente. Ainda de acordo com a organização, a paralisação envolveu apenas o transporte dos jornalistas. O transporte dos atletas segue normal.

A nota oficial do comitê organizador de Lima-2019 é a seguinte:

“Nós estamos cientes da manifestação feita por um pequeno grupo de motoristas de ônibus que operam a partir do Centro de Imprensa Principal (MPC). Lima 2019 está colocando em ação planos de contingência para assegurar que não ocorra nenhuma interrupção nos meios de transporte.
A Comissão Organizadora lamenta o inconveniente aos jornalistas e mantém conversações com a empresa responsável pelo transporte para cumprir suas obrigações com os motoristas.''

Este não foi o único problema envolvendo atraso nos pagamentos dos funcionários que prestam serviço no Pan de Lima. De acordo com o jornal “Expresso”, a empresa de segurança Servican, que cuida da proteção nas sedes das competições, teve que emitir um comunicado, desculpando-se com trabalhadores, que cruzaram os braços na última segunda-feira, na sede da Universidad de San Marcos, onde acontecem as partidas de futebol no Pan.

Segundo a empresa, os pagamentos aos trabalhadores foram depositados na última quarta-feira.