Chloe Calmon surfe pan

Chloé Calmon vence mais um e segue para o round 4. (Divulgação)

LANCE!
01/08/2019
15:17
Lima (PER)

A brasileira Chloé Calmon conseguiu mais um bom resultado no longboard em Lima, nesta quinta-feira, e já garantiu ao menos o bronze. A medalha é histórica, uma vez que a modalidade é estreante em Jogos Pan-Americanos. Favorita para o ouro, a surfista seguiu com as melhores notas da competição nas ondas de Punta Rocas e venceu a argentina Maria Boggan.

O triunfo classificou a atleta para a semifinal, que acontece no sábado. A adversária será a canadense Mathea Dempfle-Olin. Na bateria de hoje, Chloé Calmon conseguiu duas notas boas, um 6.50 e um 6.33, ficando com o.somatório final de 12.83. Já a argentina fez um 5.87 e um 3.83, terminando a bateria com 9.70.

- Um sonho trazer essa felicidade para o meu país e para o esporte, em um momento tão histórico para o longboard. Vou dar meu melhor em busca disso. Estou muito confiante, cada round que eu passo me sinto mais confortável aqui nas ondas de Punta Rocas. O foco continua sendo o lugar mais alto do pódio. Continuem mandando energia positiva. - disse a surfista.

Chloé Calmon é a atual líder do ranking mundial da categoria na World Surf League (WSL) e  conquistou o bronze no International Surfing Association World Championship.

No masculino, Wenderson Biludo foi derrotado por Cole Robbins e vai precisar disputar a repescagem na sexta. Já Luiz Diniz no stand up paddle wave passou as duas baterias que disputou nesta quinta-feira na repescagem, sendo bem superior aos adversários e também está na briga por medalhas.

O atual bicampeão mundial da categoria pela ISA acabou derrotado logo na estreia depois de ter problemas com a sua prancha. Na segunda apresentação, o atleta brasileiro deu um show à parte, somando 8,17 e 9,17, para completar 17,34 pontos de 20 possíveis.

No SUP wave feminino, Nicole Pacelli teve folga. Nesta sexta-feira, dia 2, acontece o quinto dia de disputas. O SUP Race abre o dia, primeiro com as mulheres e depois com os homens. O Time Brasil terá Lena Ribeiro e Vinnicius Martins, ambos com chances reais de pódio. A prova feminina está marcada para 11h, horário de Brasília e a masculina, ao 12h. 

- O mar não está fácil, para race então, maior dificuldade, porque quando vem a série, vem fechando tudo, bem grande. É uma prova que tudo pode acontecer até o final, porque o fator onda, fator sorte, vão contar bastante. Estou bem animada, treinei bastante, tanto no Brasil, em mares maiores, vim para cá no início do mês e as dificuldades serão para todos. Vamos com tudo, bem otimista, feliz por estar aqui, participando e vou fazer o meu melhor”. - falou Lena.

O Brasil está em terceiro lugar no quadro geral de medalhas com 12 ouros, 10 pratas e 20 bronzes. Os Estados Unidos lideram, seguidos pelo México.