Montagem - Esquiva Falcão e Robson Conceição

Robson e Esquiva lutarão no Brasil pela primeira vez desde que migraram para o profissional (Divulgação)

Jonas Moura
31/03/2019
08:00
Rio de Janeiro (RJ)

O momento do boxe brasileiro é de ressurgimento. Neste domingo, o desejo dos dois principais pugilistas do país na atualidade é que o mundo tenha esta convicção. Consagrados nos Jogos Olímpicos, Esquiva Falcão, prata em Londres-2012, e Robson Conceição, ouro na Rio-2016, são as atrações do Boxing For You, que começa às 19h, no Portobello Resort & Safári, em Mangaratiba (RJ), com portões fechados ao público.

Desde que migraram para o boxe profissional, eles nunca fizeram um combate em seu país. A oportunidade apareceu graças a um acordo entre a Top Rank, promotora dos atletas, e o empresário Sérgio Batarelli, que promove o evento.

O dirigente não revela a cifra total desta que é a quinta edição, mas só o custo da participação dos brasileiros passa de R$ 1,5 milhão. Sua meta é levar a nobre arte a um novo patamar de profissionalização e qualidade, após um período de desgaste da modalidade, graças a promessas não cumpridas por promotores. Outro foco é a descoberta de novos talentos pelo país.

– É o maior evento da nobre arte já realizado no Brasil. Seu nível de excelência e o card com os medalhistas olímpicos aumentam a nossa responsabilidade. O Brasil volta a ter mais uma opção de esporte e entretenimento – disse Batarelli, responsável por trazer o UFC para o Brasil, em 1998.

Ranqueado entre os dez primeiros em três associações, Esquiva é o mais cotado do país a disputar um cinturão, na categoria dos médios (até 72,5 kg).

Invicto na carreira, com 22 vitórias, ele aparece em quinto na lista da Associação Mundial de Boxe (WBA, em inglês), na oitava posição no ranking da Federação Internacional de Boxe (IBF) e em décimo lugar pelo Conselho Mundial de Boxe (WBC).

No Rio de Janeiro, o brasileiro de 29 anos terá pela frente o argentino Jorge Daniel Miranda. O oponente, de 35 anos, tem cartel de 75 lutas, com 56 triunfos e 17 derrotas. Se sair vencedor, Esquiva dará um passo fundamental para a disputa de cinturão, prometida pela Top Rank para este ano.

– Quero buscar voos mais altos e ter lutas mais duras, lutas internacionais que sejam importante para mim. Agora, eu quero buscar essa vitória nesta que é minha primeira luta profissional em meu país – disse Esquiva, que ao lado de seu irmão Yamagushi e Robson formam o trio de astros do boxe nacional.

O brasileiro é amplamente favorito para derrubar o adversário e tem consciência da importância de não deixar escapar o triunfo, o que pesaria negativamente para sua imagem e suas pretensões.

– Depois desta luta, devo subir ainda mais (no ranking), aí vou ter uma oportunidade. Não vão ter como correr de mim. Estou treinando há muito tempo para ser campeão e todos estão correndo, mas em algum momento não vão ter como fugir. Quando chegar a hora, vou vencer – afirmou Esquiva.

Robson, que também está invicto, mas com 11 vitórias em 11 combates, enfrentará o argentino Sergio Ariel Estrela, de 32 anos, pelo superpenas (até 60 kg). O rival do campeão olímpico tem 20 vitórias (11 nocautes), 16 derrotas (cinco nocautes) e três empates.

Embora enfrente um adversário de nível inferior, Conceição sabe que novo triunfo o colocará no Top10 no ranking.

– Lutar com argentino é difícil tem estilo agressivo. Estou focado para conseguir mais uma grande luta e buscar a vitória rumo ao cinturão – disse o baiano.

Medalhista olímpica tenta novo passo no profissional

Bronze em Londres-2012, Adriana Araújo vai encarar a pernambucana Elaine Albuquerque na categoria meio-médio (até 66 kg). Esta será a terceira luta da baiana no profissional. Ela soma duas vitórias. Uma delas foi sobre a oponente.

– Acredito que será um combate bastante disputado. Ambas evoluíram muito desde a última luta – afirmou Adriana. 

Com três participações olímpicas, Robenilson de Jesus entra no ringue contra o curitibano Agnaldo Valerio no peso-pena (até 57 kg). O paulista Benedito Neto encara o gaúcho Roger Guterres nos super-penas (até 58,967 kg). Na mesma categoria, os paulistas Wallace Moraes 'Canhoto de Ouro' e Eduardo Costa 'Pará' se enfrentam.

A luta que abre o Boxing for You será entre o sul-matogrossense Paulo Martins e o paranaense Fernando 'Black' da Silva nos meio-médios (até 66,678 kg).

BATE-BOLA
ESQUIVA FALCÃO

‘É um sonho lutar em meu país’

Como você avalia esta primeira luta profissional no Brasil?
Falei que queria lutar no país e chegou esse grande momento. Eu estou muito ansioso. Quero mostrar que o boxe do Brasil está vivo, e só precisa de um pouco mais de investimento para revelar novos talentos.

Como avalia o seu rival?
Um cara muito experiente, valente e com muitas lutas. Eu assisti a algumas lutas dele. Pretendo minar a resistência dele nos primeiros rounds e buscar o nocaute no final. O que importa é a vitória, mas o nocaute em um Brasil x Argentina é o mais importante. E, claro, importante para nós dois no ranking.

Após esta luta, qual o próximo passo?
A Top Rank já me falou que depois dessa luta, devo fazer mais uma antes de disputar o cinturão, ou já disputo o cinturão direto. Para isso é muito importante eu vencer bem aqui no Rio. Quero enfrentar o melhor campeão e quero ser campeão.

BATE-BOLA
Robson Conceição

‘Estou preparado. O pau vai comer’

Como você está para a luta desta noite, encarando um representante da escola argentina, muito tradicional no boxe?
Os argentinos são sempre bons pugilistas, mas eu tive uma preparação muito boa na minha academia em Salvador nas últimas semanas. Cheguei aqui em Mangaratiba bem descansado e estou focado para fazer uma boa luta e conseguir a vitória, que me aproximará da luta pelo cinturão. O pau vai comer.

Esta é mais uma luta importante que você realiza no Rio de Janeiro...
Lutar no Rio tem sempre um tempero especial. Aqui ganhei o Mundial Militar, aqui fui ouro olímpico. Os cariocas têm um carinho, transmitem uma energia positiva para mim, que é muito boa. E este palco que eles montaram aqui é incrível, com um visual fantástico para que eu busque a vitória.

AS LUTAS

O CARD
Peso médio (até 72,5kg): Esquiva Falcão (22-0, 15KOs) x. Jorge Daniel Miranda (56-17, 22KOs)
Peso super-pena (até 58kg): Robson Conceição (11-0, 5KOs) x. Sergio Ariel Estrela (20-16-3, 11KOs)
Peso meio-médio (até 66kg): Adriana Araújo (2-0) x. Elaine Albuquerque (1-2)
Peso pena (até 57kg): Robenilson de Jesus (1-0) x. Agnaldo Valério (2-2, 1KO).
Peso super-pena (até 58kg): Benedito Neto (8-0, 5KOs) x. Roger Gutierres (1-0, 1KO); Wallace “Canhoto de Ouro” (3-1) x. Eduardo Costa (1-1)
Peso meio-médio (até 66kg): Paulo Martins x. Fernando Black (estreantes)