Camisetas da Maratona do Rio serão transformadas em máscaras de proteção contra Covid-19. (Divulgação)

Camisetas da Maratona do Rio serão transformadas em máscaras de proteção contra Covid-19. (Divulgação)

Iúri Totti
19/05/2020
19:00
Corrida Informa

Vinte e duas mil camisetas de edições passadas da Maratona do Rio e da Uphill Marathon, em Santa Catarina, serão doadas para serem transformadas em máscaras de proteção contra a Covid-19. Costureiras do Senai-Cetiq, do Rio de Janeiro, serão responsáveis pela confecção de 45 mil peças.

As máscaras, que, por serem de tecido, podem ser reutilizadas, serão doadas para órgãos da Prefeitura do Rio - como Companhia de Engenharia de Tráfego, Superintendência Regional da Zona Sul e as secretarias de Turismo, Esportes, de Ordem Pública e Parque e Jardins - e também para comunidades da Serra do Rio do Rastro, em Santa Catarina.

Para João Traven, sócio da Spiridon Eventos, que, em parceria com a Dream Factory, organizam a Maratona do Rio, o objetivo dessa iniciativa é ajudar no combate ao novo coronavírus.

“A Maratona do Rio é sinônimo de saúde e queremos contribuir para que todos fiquem bem. Fazer a doação para esses órgãos da nossa cidade acabou sendo uma escolha muito natural. Afinal, eles nos ajudam bastante na organização da prova. Ficamos felizes em ajudar”, afirma João Traven.

A previsão é que, até a próxima terça-feira (26), as secretarias da Prefeitura do Rio e as comunidades próximas à Serra do Rio do Rastro recebam a primeira leva das máscaras de proteção.

“Estamos buscando o tempo todo formas de ajudar no combate à pandemia do novo coronavírus. Quando nos lembramos das camisas guardadas em nosso estoque, pensamos rapidamente que poderiam virar máscaras”, conta Fernanda Cozac, diretora de marketing da Maratona do Rio.