Cruzeiro x Corinthians

Fágner e Rafinha na primeira final da Copa do Brasil (Warley Neves Soares)

LANCE!
12/10/2018
10:02
São Paulo

Pela terceira vez, desde 2013 - quando os clubes brasileiros que disputam a Libertadores passaram a entrar diretamente na fase das oitavas de final da Copa do Brasil -, a decisão do título da competição nacional será entre dois times que vieram do chamado "grupo da Libertadores".

Cruzeiro e Corinthians, que começaram o duelo do mata-mata decisivo da Copa do Brasil na última quarta-feira - com a vitória celeste por 1 a 0, no Mineirão -, se garantiram na competição continental deste ano por terem conquistado o Campeonato Brasileiro e a Copa do Brasil de 2017, respectivamente. Ambos iniciaram o percurso rumo ao título do torneio nacional pelo caminho mais curto: a partir das oitavas.

O confronto de volta da final da Copa do Brasil será na próxima quarta-feira, às 21h45, na Arena Corinthians. O Cruzeiro tem a vantagem do empate. Se o Timão devolver o placar de Belo Horizonte, a decisão será nos pênaltis. Como não há mais o gol qualificado, o time do Parque São Jorge garante o título com vitória por dois gols de diferença.

A classificação direta dos participantes brasileiros na Libertadores nas oitavas de final da Copa do Brasil foi aprovada após movimento liderado em 2011 pelo Corinthians, que naquele ano foi eliminado da Libertadores pelo Tolima (COL) na fase de pré-classificação, em fevereiro, e passou a ter apenas o Paulistão para disputar até o início do Campeonato Brasileiro, em maio. Naquele ano, a CBF se reuniu com outros clubes - que também demonstravam insatisfação com a exclusão da Copa do Brasil - e alterou o regulamento da competição a partir de 2013. O país passou a seguir o exemplo da Europa, onde a classificação para as competições continentais também não tira os clubes das copas nacionais.

Esse ano, os oito clubes brasileiros que se classificaram para a Libertadores e entraram direto nas oitavas de final da Copa do Brasil foram: Corinthians, Flamengo, Palmeiras, Cruzeiro, Grêmio, Santos, Vasco e Chapecoense. Desses, o Alviverde Paulista e o Tricolor Gaúcho seguem vivos no torneio sul-americano.

A equipe do técnico Renato Gaúcho encara o River Plate (ARG) pelas semifinais nos dias 23 e 30 deste mês, enquanto o Palmeiras terá pela frente o Boca Juniors (ARG) nos dias 24 e 31. A Chapecoense deu adeus na fase pré-classificatória; o Vasco se despediu na fase de grupos; Flamengo, Santos e Corinthians caíram nas oitavas de final e o Cruzeiro, nas quartas.

Na Copa do Brasil, dos oito times que entraram nas oitavas, só o Vasco foi eliminado logo de cara, pelo Bahia. Santos, Grêmio e Chapecoense caíram nas quartas. Nas semifinais, Flamengo e Palmeiras deram adeus.

As outras edições da Copa do Brasil que tiveram uma final entre clubes que também disputaram a Libertadores foram as de 2014 e 2016. Há quatro anos, Atlético-MG e Cruzeiro fizeram o clássico da final - com vitória do Galo; e há dois anos o time mineiro chegou novamente à decisão contra o Grêmio, mas quem comemorou o título foi o Tricolo Gaúcho.

Em 2013, no primeiro ano da implantação do esquema atual, Atlético-PR e Flamengo fizeram a final, mas nenhum dos dois tinha disputado a Libertadores daquele ano. O título ficou com o rubro-negro carioca. Em 2015, o mesmo aconteceu: Santos e Palmeiras não disputaram o torneio continental e decidiram a Copa do Brasil, com vitória do Verdão na final.

Ano passado, o Flamengo, que havia sido eliminado da Libertadores na fase pré-classificatória, chegou à final contra o Cruzeiro, que não disputou a competição sul-americana naquele ano. O título ficou com o clube mineiro.

Confira as decisões das últimas seis Copas do Brasil e os finalistas que disputaram a Libertadores no mesmo ano:

2018: Cruzeiro (LIB) x Corinthians (LIB)
2017: Flamengo (LIB) x Cruzeiro
2016: Atlético-MG (LIB) x Grêmio (LIB)
2015: Santos x Palmeiras
2014: Atlético-MG (LIB) x Cruzeiro (LIB)
2013: Atlético-PR x Flamengo