Copa Libertadores - Troféu

Quartas de final da Libertadores terão jogos decisivos nesta terça, quarta e quinta (Foto: Juan Mabromata/AFP)

LANCE!
02/10/2018
08:26
São Paulo (SP)

A edição de 2018 da Libertadores já é histórica por um motivo.

Pela primeira vez desde 1988, quando os quatro melhores da competição passaram a se enfrentar em formato mata-mata, os participantes das semifinais serão apenas brasileiros e argentinos.

De um lado, River Plate e Grêmio. Do outro, Palmeiras e Boca Juniors.

Mesmo antes de 88, quando os classificados para a final vinham de dois grupos, sempre houve ao menos um representante de outro país - a competição foi criada em 1960.

Por oito vezes o confronto exclusivo entre os dois países ficou perto de acontecer, mas sempre houve um intruso. Na última vez, no ano passado, foi o Barcelona de Guayaquil, eliminado pelo Grêmio.

Nas quartas de final, o Grêmio eliminou o Atlético Tucumán (ARG), com duas vitórias. Mesmo cenário foi construído pelo Palmeiras ao despachar o Colo-Colo, do Chile, com triunfos em Santiago e no Allianz Parque.

Já a classificação de River e Boca foram mais sofridas. No duelo local com o Independiente, o River Plate empatou sem gols fora de casa, para sacramentar a vaga com o 3 a 1 no Monumental de Nuñez. Já o Boca Juniors eliminou o Cruzeiro em dois jogos polêmicos, com vitória na Bombonera e empate no Mineirão.