Botafogo-SP x Guarani - Comemoração

Foto: David Oliveira/Guarani FC

Futebol Latino
15/08/2020
12:57
Ribeirão Preto (SP)

Em jogo onde o atacante Júnior Todinho foi o grande personagem (para o bem com seu gol e para o mal com a infantil expulsão), o Guarani saiu de campo frente ao Botafogo-SP no Estádio Santa Cruz pela Série B com a vitória por 1 a 0 nesse sábado (15). O resultado significou o primeiro triunfo do time campineiro no torneio e a segunda derrota em três rodadas para os comandados de Claudinei Oliveira.

FORÇA AÉREA

Apesar das tentativas de envolver a defesa do adversário na base da troca de passes e infiltração, invariavelmente o Botafogo-SP percebia que um caminho promissor para fazer a zaga do Bugre cometer erros era quando o perigo vinha pelo alto.

Foi dessa forma, aliás, que o Pantera conseguiu suas melhores possibilidades de marcar quando o goleiro Jefferson Paulino falhou e Gabriel Calabres errou finalização na pequena área, na testada de Wellington Tanque que passou ao lado da trave esquerda e em rebote de levantamento onde de novo Calabres, agora em batida de fora da área, obrigando Jefferson a fazer grande intervenção.

MELHOROU E MARCOU

Com muito mais posse de bola na partida, porém sem a mesma capacidade do oponente em formular oportunidades de gol, aos poucos o Guarani foi organizando suas ideias e melhorando o desempenho. Nesse período do jogo, aos 37, o time de Campinas contou com a capacidade individual de Júnior Todinho que recebeu lançamento pelo lado direito, ganhou da marcação e bateu cruzado de pé esquerdo, com precisão, no extremo canto direito de Darley. 1 a 0 Guarani no Estádio Santa Cruz.

PONTO DE TRANSIÇÃO

Além da questão climática pelo calor intenso que fazia em Ribeirão Preto deixar naturalmente o jogo menos rápido, o Guarani era quem conseguia, mantendo o que mostrou na parte final do primeiro tempo, ter a bola nos pés e frequentar o plano ofensivo adversário. Com direito, aliás, a ter chance onde Waguininho quase marcou um golaço ao dar um chapéu no zagueiro e bater de primeira, vendo a bola passar do lado esquerdo de Darley.

Mas a partida que parecia "sob controle" do time de Campinas mudaria drasticamente de cenário quando, fora da disputa de bola, Júnior Todinho acertou o rosto de Jordan que o empurrou na sequência. O árbitro, antes de ver o lance como um todo, deu cartão amarelo para ambos entendendo que se tratava apenas de um desentendimento, mas foi informado pelo assistente da agressão prévia e expulsou o atacante do Guarani.

BLITZ TRICOLOR

Necessitado da busca pelo empate e com a superioridade numérica, o Botafogo-SP partiu com todas as forças pra cima do Guarani e se baseou em abrir as jogadas pelas laterais (principalmente do lado direito com Guilherme Romão e Ronald) para que Wellington Tanque e seu porte físico fossem explorados na bola aérea. 

A equipe de Ribeirão Preto passou mais perto de igualar o marcador quando Luketa ganhou no alto da zaga adversária em cruzamento que encobriu Jefferson Paulino e acertou o travessão. Porém, o único tento do compromisso acabou sendo mesmo o do artilheiro (e também expulso) Júnior Todinho.