Hulk

Hulk trava batalha judicial com ex-marido de sua atual noiva (Reprodução/Instagram)

LANCE!
21/05/2020
21:02
Rio de Janeiro (RJ)

O Tribunal de Justiça da Paraíba negou três vezes pedidos liminares do atacante Hulk, que pretende afastar três sócios do comando da rede de supermercados Classe A, que pertence ao jogador. Segundo o "UOL", os argumentos são de má gestão, uso inadequado de R$ 4 milhões de seus investimentos e sonegação de informações, mas os recursos foram negados.

O grande problema da questão que envolve Marcos Maciel, Antonio Dantas e Diego Dantas é que o primeiro sócio é o ex-marido de Camila Ângelo, atual noiva do atacante de 33 anos. Segundo Marcos, a tentativa de Hulk em afastá-lo da empresa não passa de uma briga pessoal.

Tudo começou quando Hulk os acionou na justiça, pedindo a destituição dos sócios da empresa e uma liminar de efeito imediato para a saída dos três empresários, mas o pedido foi recusado. Depois, o jogador ainda tentou um pedido de reconsideração e um recurso da decisão, mas os dois pedidos também foram negados.

O atacante contratou uma auditoria financeira, que atestou que a empresa não tem uma gestão profissional, não tem controles internos organizacionais, não tem um modelo de desenvolvimento organizacional adequado ao crescimento sustentável e outras falhas, com, inclusive, indícios de sonegação fiscal e pagamentos sem nota.

Segundo o desembargador Abraham Lincoln da Cunha Ramos, Hulk, que é dono de 54% das ações da empresa, poderia afastar os sócios sem a necessidade do processo.