Flamengo x São Paulo - Piris da Motta

Piris da Motta chegou ao Flamengo em agosto de 2018 (Foto: Alexandre Vidal/Flamengo)

LANCE!
17/01/2022
17:10
Rio de Janeiro (RJ)

É oficial: o volante Piris da Motta e o auxiliar técnico Maurício Souza não tem mais vínculo com o Flamengo. A rescisão de ambos foi publicada no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF na tarde desta quarta-feira.  

> Vale a pena, Flamengo? O que está por trás da proposta por Michael

Piris da Motta foi vendido ao Cerro Porteño, do Paraguai, por 1 milhão de dólares (pouco mais de R$ 5,5 milhões na cotação atual) por 70% dos direitos econômicos do volante. 

De olho numa possível transação futura, o Flamengo ainda permanecerá com 20% dos direitos de Piris, que fica com 10% da totalidade (saiba mais). O volante, inclusive, se despediu dos companheiros de equipe na última segunda-feira.

Maurício Souza e Piris da Motta - rescisão
Rescisões publicadas no BID (Foto: Reprodução/Site oficial da CBF)

Maurício Souza, por sua vez, confirmou a saída do Flamengo também na última segunda-feira. O ex-auxiliar técnico do Rubro-Negro, em entrevista recente à Rádio Globo, contou bastidores da demissão e revelou que Paulo Sousa "não queria ninguém de uma parte do clube na comissão".

- Quando eu voltei, pedi uma reunião com o Bruno Spindel perguntando como ficaria a minha situação. Ele me pediu para aguardar e, em seguida, me chamou para a sala. Spindel me contou que teve algumas conversas com Paulo Sousa e que ele (o treinador) estava irredutível quanto a comissão dele. Ele não queria ninguém de uma parte do clube na comissão, essas foram as palavras do Spindel. Eu aceitei numa boa. Me levantei e fui embora. Como falei, é um ciclo que se encerra, que me pegou de surpresa, não esperava isso - contou.