River Plate x Cruzeiro Mano Menezes

O técnico cruzeirense citou os exemplos do passado para evitar qualquer tipo de euforia após o empate fora de casa- (JUAN MABROMATA / AFP)

Valinor Conteúdo
24/07/2019
07:00
Belo Horizonte

A estratégia do técnico Mano Menezes em montar o Cruzeiro na espera do adversário, para buscar os contra-ataques deixam o torcedor cruzeirense preocupados, principalmente quando o adversário é um gigante como o River Plate. O treinador estrelado, porém, admitiu que sua equipe não fez um bom primeiro tempo, permitindo que os argentinos dominassem o jogo chegando com mais perigo ao gol de Fábio.

Porém, a entrega do time e o empenho de todos o jogadores mereceram elogios do treinador que viu na equipe um passo a mais para lidar com jogos deste porte.


-O time sai mais experiente e mais preparado, pois esse tipo de jogo vai dando mais rodagem para vc entender algumas situações. Nos preparamos para enfrentar o campeão da América em sua casa. Esperávamos o jogo com essa característica. Penso que poderíamos ter sido durante os 90 minutos o que fomos no segundo tempo, a equipe trabalhando melhor a bola, encontrando espaços. Erramos muito no primeiro tempo. Levamos um 0 a 0 que é a primeira parte do confronto, mas saímos daqui sabendo o quanto ainda falta para passarmos para as quartas de final. Estamos acostumados a ver o adversário jogando bem fora de casa também. Sabemos que precisamos fazer um jogo forte durante os 90 minutos para tentar selar a nossa vaga na semana que vem- disse Mano.

Mano Menezes teceu comentários positivos sobre o segundo tempo da equipe, apontando que o tipo de jogo realizado na etapa final poderá ser o caminho para buscar a vaga contra o River em Belo Horizonte.

-Se o Cruzeiro fizer o que fez no segundo tempo, estará mais próximo de encontrar os caminhos. O futebol é completo. Não podemos fazer só uma parte, sabemos disso. Quando fizemos só uma parte, no primeiro tempo, sofremos muito. Permitimos muitas infiltrações do nosso lado esquerdo. Ajustamos isso no segundo tempo, deu mais estabilidade. Penso que a última parte do contra-ataque tem que melhorar. É a última tomada de decisão. Certamente temos que fazer com uma qualidade melhor. Sabíamos que tínhamos que defender mais nessa primeira parte. Fizemos bem essa primeira parte. Então vamos tentar fazer agora a segunda parte bem também- explicou.


O técnico celeste afirmou que haverá uma melhora da equipe e que os detalhes irão decidir quem segue na Libertadores, após os 90 minutos finais da próxima terça-feira, dia 30 de julho, no Mineirão.


-No jogo de volta teremos mais volume de jogo. O River é um adversário que vamos respeitar lá, mas vamos ambicionar a classificação- concluiu.

Qualquer resultado de vitória do Cruzeiro levará a equipe azul às quartas de final da Libertadores. Se houver empate por 0 a 0, a decisão será nos pênaltis. Qualquer empate com gols, a classificação será do River Plate, pelo critério de gol qualificado na casa do adversário.