Sorteio Botafogo

Primeiro sorteio, na partida contra o São Paulo, foi cancelado (Foto: Vitor Silva/Botafogo)

Sergio Santana
01/10/2019
15:44
Rio de Janeiro (RJ)

Após um fato polêmico no primeiro sorteio, a CBF marcou uma nova data para dar um carro a um torcedor em uma partida do Botafogo no Brasileirão. Como a escolha do duelo entre o Alvinegro e o São Paulo, no dia 21 de setembro, pela pessoa que foi premiada com o Fiat Mobi não estava no Estádio Nilton Santos, a organização da competição colocou um novo sorteio para o duelo diante do Goiás, pela 24ª rodada, no dia 9 de outubro.

Contra o São Paulo, a esposa de Edson Alves Junior, presidente do Conselho Deliberativo do Botafogo, foi sorteada. O parentesco não foi o fator que anulou o sorteio, vale ressaltar. A mulher não estava no Estádio Nilton Santos e teve seu nome colocado na urna pelo sogro, que não sabia que a pessoa deveria estar presente no local para concorrer ao carro.

- Quero reforçar que jamais eu e meu pai tivemos a intenção de prejudicar o clube de alguma forma. O assunto me causou graves problemas familiares. Graves. Dizem que o Botafogo é um destruidor de casamentos. Ouço isso há alguns anos. Está explicado e exposto - afirmou Edson Alves Junior, na reunião do Conselho Deliberativo, em General Severiano, na última semana.

O carro, sorteado no nome de Ana Rita, nem chegou a ser entregue para a vencedora, já que ela não cumpriu a regra de estar presente no estádio. Apesar de não ter alguma influência no sorteio, Edson Alves Junior afirmou, de antemão, que não ficaria com o veículo. Isto, porém, não foi necessário, já que o evento foi impugnado.

Como o primeiro sorteio foi impugnado, os cupons da partida contra o São Paulo não serão aproveitados. Por isto, quem quiser concorrer ao carro terá que comprar ingresso para a partida contra o Goiás. Qualquer pessoa que adquirir a entrada ao duelo estará concorrendo ao sorteio, que acontece no intervalo da partida.

A CBF vai sortear um carro para os torcedores em dois jogos por rodada deste Campeonato Brasileiro. A intenção da organização é atrair público e ter a maior média de pessoas no estádio da história da competição. A informação foi dada primeiramente pela "Gazeta Esportiva" e confirmada pelo LANCE!.