Atlético-MG x Red Bull Bragantino - Foto de Campeão

O título Brasileiro de 2021 colocou o Galo de volta ao protagonismo nacional, enquanto o maior rival, o Cruzeiro, sofre na Série B pelo terceiro ano seguido-(Foto: Pedro Souza / Atlético-MG)

Marcellus Madureira
14/12/2021
17:46
Valinor Conteúdo-BH

Hoje há uma grande diferença em Belo Horizonte: a grandeza está tanto em Atlético quanto em Cruzeiro, porém, o momento é de Galo no topo, disputando tudo, enquanto a Raposa luta para se manter viva. Os cenários completamente diferentes mostram dívidas enormes, mas com diferenças que criam um abismo gigantesco entre os maiores clubes mineiros.

O Atlético é o time que mais deve no Brasil. Atualmente tem R$ 1,2 bilhão. O Cruzeiro, por sua vez, assumiu a segunda colocação após gestões questionáveis nos últimos tempos, atualmente com R$ 963 milhões. Porém, há atualmente uma diferença.

O Cruzeiro vive um caos financeiro há alguns anos. Após a matéria sobre problemas de corrupção dentro do clube, divulgada pelo programa jornalístico Fantástico, ainda em 2019, o clube entrou em uma crise sem precedentes. A Raposa perdeu crédito no mercado e a queda para a segunda divisão atrapalhou ainda mais os planos, já que toda renda cai, como cota de TV, venda de patrocínios, entre outros detalhes.

O Galo, porém, vive situação completamente inversa. Desde 2020 que o clube conta com quatro empresários de sucesso que colocam muito dinheiro para o clube funcionar. A gestão se preocupa ainda em ser inteligente e eficaz. Além disso, o Atlético-MG, em relação ao Cruzeiro, apresenta mais "garantias" do que a Raposa. Isso quer dizer, em linhas gerais, que o Galo tem mais bens do que a Raposa.

Outra grande diferença entre os gigantes é o planejamento a médio e longo prazo, além da transparência nas gestões. No Atlético foi feito um evento chamado "Galo Business Day" onde foi apresentado um projeto para redução da dívida, com expectativa de chegar a R$ 341 milhões até 2026.