Hossein Ensan

Hossein Ensan festeja bracelete e a pilha de dinheiro recebida como prêmio: cerca de R$ 40 milhões (Divulgação)

LANCE!
17/07/2019
16:25
São Paulo (SP)

Hossein Ensan é o novo dono do trono do pôquer mundial. O jogador, nascido no Irã e radicado na Alemanha, terminou no topo entre os 8.569 competidores do Main Event da WSOP 2019, a 50ª edição da Série Mundial de Pôquer. Além de levar o bracelete especial do torneio, Hensan faturou o prêmio principal de US$ 10 milhões (cerca de R$ 40 milhões).

É claro que esse foi o maior prêmio da carreira do jogador, mas o campeão já possuía um currículo premiado antes da vitória. O principal resultado havia sido a vitória no Main Event do EPT Praga, em 2015. Segundo o HendonMob, Ensan chegou a mais de US$ 12,6 milhões em premiações ao vivo.

O dia final começou com três jogadores, e o italiano Dario Sammartino, que era o short stack, dobrou logo no começo contra Ensan com AJ contra 66. Alex Livingston chegou a tomar a liderança em certo momento, mas só caiu a partir daí. Em all in pré-flop com AJ contra AQ do alemão, o canadense caiu em terceiro para levar o prêmio de US$ 4 milhões.

Hensan começou o heads-up com leve vantagem para o italiano, mas não teve vida fácil. Sammartino virou o jogo e assumiu uma considerável liderança, mas o jogo se alongou e Hansen passou novamente à frente. Após mais de quatro horas de disputa, veio a mão decisiva.

Com blinds em 2.000.000/4.000.000 e big blind ante, Ensan deu raise para 11.000.000 com KK, e Sammartino pagou com 84 de espadas. O flop trouxe T62, com duas de espadas, e o italiano deu check-call em uma aposta de 15.000.000.

O turn foi um 9 de paus, e Ensan apostou 33.000.000. Com a broca e o flush draw, Sammartino foi all in de 140.000.000 e Ensan deu insta call. O italiano tinha outs, mas a Q de paus no river não era um deles, selando a fatura. Para Sammartino, restou o prêmio de US$ 6 milhões, ultrapassando US$ 14 milhões em resultados ao vivo na carreira.