Triatleta no trecho de ciclismo na Reserva durante o Ironman 70.3 Rio de Janeiro. (Fábio Falconi/Unlimited Sports)

Triatleta no trecho de ciclismo na Reserva durante o Ironman 70.3 Rio de Janeiro. (Fábio Falconi/Unlimited Sports)

Iúri Totti
10/09/2019
08:55
Corrida Informa

A quinta edição do Ironman 70.3 Rio de Janeiro, no dia 22 de setembro, no Pontal, no Recreio dos Bandeirantes, terá competidores de 26 países, divididos pelas categorias Elite e Faixa Etária, para os 1.900m de natação, 90km de ciclismo e 21km de corrida. São cerca de 1.300 triatletas das Américas, Europa, Ásia e África, com destaque para a estreia de Botsuana, que terá uma atleta. A etapa é marcada pelo percurso técnico, todo na orla do Recreio dos Bandeirantes. O Ironman 70.3 Rio de Janeiro é a quarta etapa do calendário na temporada, depois de Florianópolis, Fortaleza e Maceió, A temporada terminará no dia 10 de novembro, com o Ironman 70.3 São Paulo.

Entre os cerca de 1.300 triatletas, os países com maior número de competidores são Brasil (935), Argentina (91), Chile (35) e Peru (11). Os outros países participantes são Áustria, Bélgica, Bolívia, Botsuana. Suíça, China, Colômbia, Alemanha, Espanha, França, Grã-Bretanha, Costa Rica, Guiana Francesa, Israel, Japão, México, Holanda, Paraguai, Uruguai, Estados Unidos, Venezuela e África do Sul.

O Ironman 70.3 Rio de Janeiro classificará 40 triatletas nas categorias Faixa Etária, masculino e feminino, para o Ironman 70.3 World Championship 2020, que acontecerá em Taupo, na Nova Zelândia, entre os dias 28 e 29 de novembro. Na Elite, serão duas vagas para o Mundial. A distribuição de vagas é proporcional ao número de atletas que largam nas categorias de Grupos Etários.

- Mais uma vez, o Rio de Janeiro mostrou sua força atraindo atletas de diversos países e confirmando sua condição de uma das mais agradáveis provas. Afinal, consegue aliar uma beleza incrível com um percurso interessante e técnico - destaca Carlos Galvão, CEO da Unlimited Sports, promotora e organizadora da prova.

Será a quinta vez consecutiva que a prova acontece no Recreio dos Bandeirantes, incluindo parte do percurso utilizado nos Jogos Olímpicos Rio 2016. O destaque é a hegemonia brasileira na Elite, masculino e feminino. Reinaldo Colucci venceu duas vezes no masculino (2016/2018), enquanto Santiago Ascenço (2015) e Paulo Roberto Maciel (2017) completam a lista. No feminino, Pamella Oliveira tem dois títulos também (2017 e 2018), ficando Luísa Baptista (2016) e Mariana Borges (2015) com uma vitória cada.

O evento no Rio de Janeiro abrirá no dia 19, com a Expor Ironman e o começo da entrega de kits. No domingo, a área de transição será aberta às 5h. A primeira largada, da Elite masculino, será às 6h30, ficando a Elite feminino para as 6h35. Já a Faixa Etária, em ondas, começará às 6h45.