Renato Augusto - Corinthians x Ceará

Renato Augusto pode jogar em duas ou três funções no meio-campo do Timão (Foto: Rodrigo Coca/Ag. Corinthians)

Alexandre Guariglia
20/08/2021
07:00
São Paulo (SP)

O torcedor do Corinthians já matou a saudade de Renato Augusto em campo na vitória por 3 a 1 sobre o Ceará, na qual ele marcou um golaço para mostrar que está mesmo de volta. No entanto, ainda fica a dúvida sobre qual será a posição que o camisa 8 irá ocupar sob o comando de Sylvinho. Para o técnico, há em suas mãos uma gama de opções para utilizá-lo no setor de meio-campo.

TABELA
> Veja classificação e simulador do Brasileirão-2021 clicando aqui

> Conheça o aplicativo de resultados do LANCE!

GALERIA
> Relembre a estreia de grandes jogadores do Corinthians na última década

Considerado por muitos um jogador que "arruma" qualquer time, Renato volta para o Timão mais experiente tanto na idade quanto no que pode oferecer em termos táticos, já que no futebol chinês ele jogou desde primeiro volante até como um centroavante, tamanha a sua importância técnica no Beijing Guoan.

No Corinthians, porém, ele não precisará executar tanto essa versatilidade, mas dará um leque de opções bem farto para Sylvinho no que diz respeito ao setor de meio-campo. Para o treinador alvinegro, o camisa 8 jogará primordialmente como homem pela esquerda no tripé do meio, mas também poderá ajudar pelo lado direito e na função de segundo volante, quando necessário.

- O Renato já foi dito um pouco, é versátil. No padrão Renato é no tripé pelo lado esquerdo, mas pode jogar no lado direito ou segundo. Fisicamente e geneticamente ele é potente e forte. No seu melhor momento vai ajudar bastante o setor em duas ou três funções que puder desempenhar - declarou o comandante corintiano em entrevista coletiva no último domingo.

Na cabeça de Sylvinho, o meio-campo ideal teria um primeiro volante centralizado (Gabriel ou Cantillo), Giuliano pelo lado direito e Renato Augusto pelo lado esquerdo do tripé, com Fábio Santos e Fagner mais "presos" nas laterais, sendo Mosquito e Adson os mais agudos do ataque, e Jô na referência.

Entretanto, isso ainda deve levar um tempo para acontecer, já que apesar da boa atuação de Renato contra o Ceará, ele ainda não está 100% fisicamente e vem sendo preparado com calma pela comissão técnica para entregar toda essa versatilidade. Por enquanto, sua utilização será a partir do banco de reservas e com a minutagem contada, respeitando as etapas do processo.

- (Contra o Ceará) Precisávamos um pouco mais de controle de jogo, mais posse de bola. E por incrível que pareça, logo após a substituição ele já dominou duas ou três bolas, o time se posicionou bem, teve acesso ao campo adversário. Depois fizemos trocas para manter o time bem e sair com resultado positivo. Vamos trabalhar na construção do Renato Augusto, ele não está pronto, o clube, a fisiologia e a comissão técnica vão sinalizar pouco a pouco quando ele vai estar pronto para começar um jogo. Ainda não é o momento, vamos usando ele por 30 ou até 45 minutos - afirmou Sylvinho.

Dependendo do cenário apresentado no duelo, a expectativa é de que Renato Augusto possa jogar em boa parte do segundo tempo do jogo diante do Athletico-PR, neste domingo, às 16h, na Arena da Baixada, pela 17ª rodada do Brasileirão-2021. O Corinthians busca subir mais um pouco na tabela de classificação, uma vez que atualmente ocupa a 11ª posição com 21 pontos.