Atlhetico Paranaense x Atletico Mineiro

Pedro Souza / Atlético Mineiro

Fabio Chiorino e Rodrigo Borges
15/12/2021
23:31
São Paulo (SP)

A temporada do futebol brasileiro chega ao fim com mais um título do Atlético-MG. A conquista da Copa do Brasil parecia protocolar após a goleada por 4 a 0 no Mineirão, mas o Galo não tirou o pé e venceu novamente o Athletico, agora na Arena da Baixada, e levantou o troféu do torneio pela segunda vez, assim como havia feito com o Campeonato Brasileiro há poucos dias.

O Atlético fecha um ano exaustivo, que emendou a temporada anterior afetada pela pandemia, como o principal time no país. Montou um time estrelado e logo de cara derrubou um tabu de 50 anos sem o título do Brasileirão.

Hulk venceu a desconfiança e se firmou como o melhor jogador atuando por aqui, mas não foi um brilho solitário. Ao seu lado estavam Everson, Arana, Junior Alonso, Nacho, Zaracho. Uma orquestra regida por Cuca, o único técnico a se destacar dentro da onda que valorizou, com justiça, treinadores estrangeiros.

O Furacão foi valente e tem motivos para comemorar, com o título da Sul-Americana e vaga na Libertadores, consolidando sua nova posição entre as forças do futebol brasileiro. Mas é o Atlético que escalou a montanha e se infiltrou numa disputa antes polarizada entre Flamengo e Palmeiras.

Agora, Galo certamente quer mais. Os rivais que lutem para evitar um domínio ainda maior.

O LANCE! Espresso é uma newsletter gratuita que chega de manhã ao seu e-mail, de segunda a sexta. A marca registrada do jornalismo do LANCE!, com análises de Fabio Chiorino e Rodrigo Borges. Clique aqui e inscreva-se.