Independência - Belo Horizonte

O dedo da criança teve de ser reconstruído  após uma das cadeiras do estádio acertá-lo e arrancar parte do membro-(Foto: Reprodução/Twitter)

Valinor Conteúdo
31/05/2019
16:17
Belo Horizonte

Um acidente, ocorrido no último dia 28 de maio, antes do jogo entre Atlético-MG e Unión La Calera, pela Copa Sul-Americana, arrancou parte do dedo de um garoto de oito anos, torcedor do Galo. Uma das cadeiras da arquibancadas prendeu a mão da criança decepando parte do membro.

O menino, que não teve o nome revelado, foi atendido e precisou reconstituir o local atingido. O site SuperEsportes noticiou inicialmente o fato, que foi confirmado pelo L!.

As cadeiras do Independência possui um mecanismo que aciona automaticamente o erguimento assim que uma pessoa se levanta, o que causou o acidente com o menino.

A empresa LuArenas, que administra o Indepa, é responsável pelas cadeiras do estádio e disse que deu toda assistência ao menino e vai apurar o ocorrido e emitir um comunicado nas próximas horas.

-A diretoria vai se pronunciar via nota oficial nas próximas horas. Ela está apurando, vendo tudo direitinho. Primeiro a gente está preocupado em ver a criança, socorrer-disse Helber Gurgel, gerente de operações e segurança do estádio.

A diretoria do Atlético-MG lamentou o fato e afirmou ter dado assistência à criança. De acordo com o clube, a responsabilidade pela manutenção das cadeiras é da
LuArenas e que o Atlético-MG apenas aluga o estádio.

-Teve o acidente e a gente deu total apoio. Apesar de ser uma coisa de responsabilidade do estádio. A Confederação (Conmebol) tem um seguro. Acompanhamos, mandamos uma pessoa do Atlético desde o início, ao hospital. Deu tudo certo, os procedimentos médicos deram certo. Ontem (quinta-feira) visitamos a criança, levamos uma camisa do Galo, com o Galo Doido. Estamos solidários ao que for preciso. E notificamos o estádio para que conserte todas as cadeiras-disse Lucas Couto, diretor de operação de estádios do Atlético-MG.