Hugo Parisi

Hugo Parisi tenta garantir presença em sua quarta Olimpíada  (Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA)

Jonas Moura
23/02/2016
15:48
Rio de Janeiro (RJ)

Mesmo com dores nas costas, o brasileiro Hugo Parisi garantiu a última vaga do Brasil nos Jogos Olímpicos Rio-2016 nos saltos ornamentais. Nesta terça-feira, na Copa do Mundo, que serve como evento-teste e última seletiva olímpica, o veterano de 31 anos levou a última vaga na eliminatória da plataforma de 10m individual, ao somar 379,65 pontos. Os 18 melhores avançavam.

A classificação é apenas do Brasil, por enquanto. Para garantir presença nos Jogos Hugo terá de superar a barreira dos 420 pontos, definida pela Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), na semifinal ou na final, que acontecem nesta quarta-feira.

– Agora, tenho de buscar os 420 pontos para garantir o meu nome de vez. A tensão foi grande após o erro no penúltimo salto e mesmo normalmente o último salto de todo atleta ser o de confiança, fui pra ele pressionado e nem concluí muito bem. Mas os outros também saltaram preocupados para a rodada final e deu tudo certo – disse Hugo.

O brasileiro começou mal, com o 25º lugar na primeira rodada, mas se recuperou aos poucos. Entrou na faixa de classificação no terceiro e quarto saltos quando pulou para a 18ª e a 12ª colocação. Mas o erro no quinto salto, quando somou apenas 39,10 pontos, o levou para o 21º lugar. Na última rodada, um bom salto de 67,20 pontos o fez subir três posições.

– Ele está machucado, fez uma infiltração em Brasília e uma assim que chegou aqui. Hugo é guerreiro demais. Antes da prova, eu insisti com ele para ele largar de tanta dor que estava sentindo. Mas ele disse: eu vou saltar e vou até o final – disse o coordenador da Seleção Brasileira de saltos, Ricardo Moreira, técnico de Hugo.

O melhor na piscina do Parque Aquático Maria Lenk foi o chinês Bo Qiu, atual campeão mundial, com 535,15 pontos.

Durante  Copa do Mundo, o Brasil já havia obtido outras duas classificações para provas individuais no trampolim de 3m, com César Castro e Juliana Veloso.