Jovic

Jovic chega para aumentar o poderio ofensivo Divulgação/Real Madrid

Mais Que Um Jogo (MQJ)
13/06/2019
14:55
Rio de Janeiro

O Real Madrid não economizou, após uma temporada abaixo do esperado. O clube merengue movimentou o mercado da bola e, com cinco reforços contratados, estabeleceu um recorde: é a vez em que mais investiu em contratações. O Real já gastou 303 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão) e superou a janela da temporada 2009/2010, quando contratou Cristiano Ronaldo, Kaká, Benzema, entre outros.
É a primeira vez na história que o Real Madrid chega à casa de 300 milhões de euros em reforços. O clube merengue recupera de vez a voracidade no mercado da bola. Na temporada passada, voltou a investir mais fortemente após três anos seguidos em que não atingiu a marca de 100 milhões de euros em contratações e priorizou a manutenção do elenco.
Na recém-encerrada temporada, o Real Madrid foi eliminado pelo Ajax nas oitavas de final da Champions League e ficou em terceiro lugar no Campeonato Espanhol, com 19 pontos a menos do que o campeão Barcelona. Este cenário motivou uma reformulação maior no elenco.

As cinco janelas mais caras do Real Madrid
1º – Temporada 2019/2020
O Real Madrid soma 303 milhões de euros (R$ 1,3 bilhão) em reforços. O clube merengue contratou Hazard (100 milhões de euros – R$ 434 milhões), Jovic (60 milhões de euros – R$ 260 milhões), Militão (50 milhões de euros – R$ 217 milhões), Rodrygo (45 milhões de euros – R$ 195 milhões) e Mendy, anunciado nesta quarta-feira, por 48 milhões de euros – R$ 208 milhões.

Hazard
(Foto: Reprodução)

2º – Temporada 2009/2010
Era o recorde do clube. O Real Madrid investiu 258,5 milhões de euros (R$ 1,1 bilhão, na cotação atual) em reforços, com destaque para Cristiano Ronaldo (94 milhões de euros – R$ 408 milhões), Kaká (67 milhões de euros – R$ 291 milhões) e Benzema (35 milhões de euros – R$ 152 milhões).

Cristiano Ronaldo (Manchester United, Real Madrid e Juventus)
(Foto: GERARD JULIEN / AFP)

3º – Temporada 2013/2014
O Real Madrid gastou 175,5 milhões de euros (R$ 762 milhões, na cotação atual) na ocasião. O clube merengue contratou Bale, junto ao Tottenham, por 101 milhões de euros (R$ 438 milhões, na cotação atual). O galês é o reforço mais caro da história do Real.

Bale - Kashima Antlers x Real Madrid
(Foto: Giuseppe Cacace / AFP)

4º – Temporada 2018/2019
O Real voltou a investir com mais voracidade na recém-encerrada temporada. O clube gastou 162,75 milhões de euros (R$ 707 milhões, na cotação atual). As contratações de mais impacto foram as de Vinicius Júnior, por 45 milhões de euros (R$ 195 milhões, na cotação atual), e Courtois, por 35 milhões de euros (R$ 152 milhões, na cotação atual).

Vinicius Junior - Betis x Real Madrid
(Foto: Cristina Quicler / AFP)

5º – Temporada 2014/2015
O reforço mais caro do Real Madrid foi o colombiano James Rodríguez, um dos destaques da Copa de 2014. Ele custou 75 milhões de euros (R$ 325 milhões, na cotação atual). Toni Kroos desembarcou na Espanha nesta janela, por 25 milhões de euros (R$ 108 milhões, na cotação atual). Ao todo, o Real gastou 126 milhões de euros (R$ 547 milhões, na cotação atual).

O meia James Rodríguez foi comprado pelo Real por 75 milhões de euros
(Foto: AFP/PIERRE-PHILIPPE MARCOU)